Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

“Espanha confirma uma tendência em toda a Europa: não há governos de um só partido”

  • 333

Numa análise sobre as eleições em Espanha, no habitual espaço de comentário na SIC, Miguel Sousa Tavares considera que a situação espanhola “é muito difícil”, acrescentando ser possível que a solução final se assemelhe ao que aconteceu em Portugal - “não ser o partido que ganhou as eleições a formar Governo”

  • Um terrível quebra-cabeças

    Os resultados das eleições em Espanha refletem a fragmentação do mapa político e tornam muito difícil estabelecer acordos de governo. A 13 de janeiro deve estar constituído o novo Parlamento. A partir de então, inicia-se um período sem prazo de negociações para a formação do Governo. Se ninguém o conseguir no prazo de dois meses, serão convocadas novas eleições

  • Espanha. PP declara vitória sem maioria nas eleições

    A vice-presidente do executivo espanhol anunciou que o Partido Popular venceu as eleições deste domingo com 28,7% dos votos, quando a contagem se aproxima do fim. O líder do Podemos elogiou, por sua vez, o “fim do bipartidarismo” e a “ inauguração de uma nova etapa política” no país