Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Controlado o incêndio no Museu da Língua Portuguesa em São Paulo

  • 333

Twitter / Corpo dos Bombeiros de São Paulo

O incêndio que tinha tido início às 16h30, hora de São Paulo, já se encontra em “fase de rescaldo”. Segundo os bombeiros, o edifício sofreu danos estruturais e do incêndio resultou um morto

O incêndio que deflagrou esta segunda-feira no Museu da Língua Portuguesa em São Paulo, no Brasil, já foi controlado. A informação foi divulgada na rede social Twitter pelo Corpo de Bombeiros da cidade, que garante que o incêndio está em “fase de rescaldo”.

O alarme tinha sido dado pelas 16h30 (18h30 em Lisboa). A área foi isolada e para o local foram mobilizados cerca de 97 bombeiros e 37 viaturas.

No combate ao incêndio, que destruiu grande parte das instalações, um bombeiro voluntário acabou por perder a vida. O homem, que também era funcionário no edifício do museu, tentou intervir logo que foi declarado o fogo, sofrendo queimaduras, tendo acabado por morrer já depois de hospitalizado.

No local, os bombeiros continuam ocupados na extinção de alguns focos de incêndio que persistem no interior do edifício e em operações de rescaldo, refere a conta oficial dos bombeiros de São Paulo no Twitter.

Apesar de estar a chover na cidade, as chamas alastraram com rapidez, uma vez que a estrutura do edifício histórico que alberga o museu é parcialmente em madeira, tendo sido ainda registadas três explosões antes de parte do telhado ruir.

Até ao momento ainda não foram divulgadas informações sobre as causas do incêndio nem estimativas dos prejuízos.

O museu ocupa três pisos, numa área de cerca de 4.300 metros quadrados, numa das alas da Estação da Luz, edifício histórico de São Paulo originalmente construído, em 1901, como estação ferroviária e que ainda funciona como tal.