Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Atentados em Paris: detidos mais cinco suspeitos

  • 333

JOHN THYS/GETTY IMAGES

Cinco pessoas foram detidas nas últimas horas em Bruxelas por suspeita de envolvimento nos atentados de Paris de 13 de novembro

Dois irmãos e um amigo foram detidos este domingo na sequência de um mandado de busca a uma casa na capital belga, motivado por uma análise de registos telefónicos. A operação durou cerca de cinco horas e aconteceu nas proximidades do bairro Molenbeek, onde morava Salah Abdeslam, um dos principais suspeitos dos ataques.

Esta segunda-feira, numa operação em Laaken, outro bairro de Bruxelas, foram detidas mais duas pessoas para interrogatório. Segundo comunicado da procuradoria federal belga, a polícia não encontrou quaisquer armas ou explosivos nas operações realizadas.

Na passada quarta-feira, o Ministro da Justiça belga admitiu que o principal suspeito dos atentados de Paris, Salah Abdeslam, podia estar numa casa em Molenbeek dois dias após os ataques, mas que a polícia não interveio por ser de noite. No país é proibida a realização de buscas entre as 21h e as 5h. Este domingo, uma fonte próxima à investigação na Bélgica confirmou à Agence France-Presse que Abdeslam teria conseguido passar por três controles de polícia em França, antes de chegar à Bélgica nesse dia.

No total, as autoridades belgas já prenderam oito pessoas suspeitas de estarem envolvidas nos atentados de Paris, que provocaram 130 mortos e centenas de feridos.