Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Sondagem à boca das urnas dá vitória ao PP espanhol

  • 333

ANDREA COMAS/REUTERS

Primeiras projeções da TVE dão vitória ao partido de Mariano Rajoy nas legislativas, mas longe da maioria. Sondagem aponta para um empate técnico entre o PSOE e o Podemos

O Partido Popular (PP, no poder) obterá entre 114 e 118 lugares e 26,8% dos votos, indica uma sondagem à boca das urnas divulgada este domingo pela televisão pública espanhola TVE.

A mesma projeção refere que o Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) ficará em segundo lugar em número de deputados (entre 81 e 85), mas com menos votos do que o Podemos, que vai conseguir entre 76 e 80 parlamentares.

A sondagem, elaborada pelo TNS à boca das urnas mediantes 177 mil entrevistas a eleitores, dá ao Podemos 21,7% dos votos e 20,5% ao PSOE.

O partido Ciudadanos deverá ficar na quarta posição com 15,2% dos votos e entre 47 e 50 lugares no parlamento.

A União Popular-IU terá 4,1% e entre três e quatro deputados, a ERC 2,5% e entre nove e 11 lugares, a Democràcia i Llibertat (DiL) 1,7% e seis ou sete parlamentares.

A sondagem atribuiu 1,1% dos votos e quatro ou cinco assentos ao PNV e ao EH Bildu 1% e três ou quatro lugares.

Outras duas forças políticas poderão conseguir representação já que a sondagem lhes dá a possibilidade de elegerem um deputado: a Coligação Canária, com 0,3% dos votos e Geroa Bai, com 0,2%.

  • 36,5 milhões escolhem novo Governo em Espanha. Solução à portuguesa à vista?

    Ao contrário de eleições gerais anteriores, a força mais votada (as sondagens apontam para o PP de Rajoy) não deverá conseguir nem maioria absoluta, nem maioria suficiente para fazer um acordo com pequenos partidos regionais ou nacionalistas. Entre os vários cenários possíveis, a hipótese de alianças entre os outros partidos - que os políticos espanhóis apelidam de “solução à portuguesa” - não está excluída