Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Air France investiga presumível bomba dentro de avião com destino a Paris

  • 333

AFP/Getty Images

Ameaça de bomba obrigou um avião da Air France, que descolara na ilha Maurícia, a aterrar de emergência esta noite em Mombaça, no Quénia. Autoridades quenianas afirmaram que se tratava de uma bomba, mas corrigem a informação e declaram que é - para já - uma suspeita

Eram 00h37 no Quénia (21h37 em Lisboa) quando o avião que realizava o voo AF 463 - proveniente da ilha Maurícia com destino a Paris - teve que fazer uma aterragem de emergência em Mombaça. O motivo foi, como avançou a polícia queniana, a descoberta de um pacote suspeito na casa de banho do avião que, segundo o passageiro que o encontrou, parecia “um cronómetro em cima de uma caixa”, lê-se no “The Guardian”.

As autoridades quenianas confirmaram esta manhã na sua Página de Facebook que se tratava, efetivamente, de uma bomba: “Especialistas em explosivos descobriram uma bomba dentro do avião da Air France no Aeroporto Internacional de Moi, em Mombaça. O explosivo foi transportado [esta manhã] para um local seguro fora do aeroporto” para se proceder “à sua detonação”, cita o “The Independent”.

Mas a Autoridade dos Aeroportos do Quénia acabaria por corrigir o seu post no Facebook, sublinhando que - para já - esta é uma “presumível bomba”.

Um porta-voz da companhia aérea garantiu ao “The Guardian” que ainda não existem certezas: “Estamos ainda a aguardar pelo final da investigação das autoridades quenianas para saber se é uma bomba.” Especialistas em explosivos da Marinha e do departamento de investigações criminosas da polícia levaram o dispositivo para “o desmontar e verificar se contém explosivos”, sublinhou ainda o porta-voz da polícia Charles Owino.

Seis passageiros, entre eles o que encontrou o objeto suspeito, estão a ser interrogados. Alexandre de Juniac, presidente-executivo da Air France, deverá dar uma conferência de imprensa em Paris esta tarde.

O avião, com 459 passageiros e 14 membros da tripulação a bordo, tinha deixado a ilha Maurícia às 21h locais e estava previsto que aterrasse em Paris às 5h50 locais (4h50 em Lisboa). O voo tinha como destino o aeroporto Charles de Gaulle na capital francesa.

O AF463 é o terceiro voo da Air France a ser desviado nas últimas semanas, depois dos atentados de 13 de novembro em Paris que tiraram a vida a 130 pessoas e deixaram dezenas de feridos. A 18 de novembro, dois voos dos Estados Unidos para Paris foram desviados na sequência de ameaças de bombas, mas estas não foram encontradas no seu interior.

Notícia atualizada às 14h54