Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

A Polónia expulsou um jornalista russo, a Rússia expulsou um jornalista polaco. Olho por olho?

  • 333

Pode ser uma história de espionagem - conta pelo menos com bastante intriga e muitas acusações. A imprensa internacional já decidiu: expulsão do jornalista polaco de território russo foi feita na lógica do “olho por olho”

É uma história confusa de acusações e, possivelmente, retaliações. Podemos iniciar o relato dizendo que um repórter polaco foi expulso da Rússia, mas também podemos, dependendo da perspetiva, alegar que tudo começou quando um repórter russo foi expulso da Polónia.

A história é contada pelo britânico “The Guardian”, que conta que o jornal polaco “Gazeta Wyborcza”, seu parceiro na rede de títulos europeus que ambos integram, viu esta sexta-feira um correspondente em Moscovo ser expulso de território russo.

No entanto, o editor executivo do jornal polaco, Roman Imielski, já apresentou a sua teoria sobre as motivações da expulsão, alegando que a mesma consiste numa “resposta à expulsão da Polónia” de um repórter russo, Leonid Sviridov. É que Svidirov, que trabalha no Rossiya Segodnya, um título pró-Kremlin, tinha sido obrigado a deixar a Polónia este sábado, enfrentando acusações de espionagem.

A expulsão do russo foi justificada pela Agência de Segurança Interna da Polónia, que, sem revelar pormenores sobre o caso, adiantou que o jornalista representaria “uma ameaça para a segurança da Polónia”.

A imprensa internacional está a dar eco à história, classificando a decisão do Governo russo como uma manobra de retaliação: foi “olho por olho”, dizem o “Guardian” e a televisão norte-americana ABC.