Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Lagarde será julgada em França por negligência

  • 333

epa

Justiça quer a diretora do Fundo Monetário Internacional sentada no banco dos réus para ser julgada por negligência num caso que envolve uma indemnização de 400 milhões de euros pelo Estado francês a um empresário

Christine Lagarde, diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI) será julgada pelo caso ‘Tapie’. A instrução pediu, esta quinta-feira, 17 de dezembro, o julgamento de Lagarde, acusada de negligência. Esta decisão vai contra a recomendação da Procuradoria-geral que, em setembro, considerou existirem fundamentos para levar a Lagarde a tribunal.

O processo contra a diretora do FMI foi desencadeado em meados 2011, depois do procurador Jean-Louis Nadal o ter recomendado por considerar que existiram irregularidades na arbitragem favorável ao empresário Bernard Tapie, num contencioso com o Estado francês. À época o procurador escreveu que “a senhora ministra exerceu constantemente os seus poderes ministeriais para chegar a uma solução favorável a Bernard Tapie, que a assembleia plenária do Tribunal de Cassação (Recurso) parecia considerar ter comprometido".

Enquanto ministra da Economia e das Finanças, em 2008, Lagarde terá decidido recorrer a um tribunal arbitral, em detrimento da justiça tradicional, para resolver um contencioso de Bernard Tapie com o Estado francês. A decisão do tribunal arbitral foi favorável ao empresário, que recebeu uma indemnização de 400 milhões de euros do Estado. E a justiça francesa suspeita que o interesse do Estado saiu lesado.