Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Guantánamo. 17 presos vão ser transferidos

  • 333

Bob Strong / Reuters

Detidos serão reencaminhados para outros países. O Centro de detenção foi aberto a 11 de janeiro de 2002, na sequência do 11 de Setembro. O encerramento da prisão é uma das promessas eleitorais de Barack Obama

O secretário da Defesa dos EUA, Ashton Carter, aprovou a transferência de 17 presos em Guantánamo para outros países, informou esta quinta-feira um dirigente norte-americano.

“Encontrámos um local para acolher os 17”, declarou o responsável, sob anonimato, adiantando que vários países tinham aceitado recebê-los.

Quando a transferência for efetuada, o número de detidos no centro de detenção descerá para 90.

Guantánamo foi criado para receber suspeitos de terrorismo e mandado abrir por George W. Bush. Localiza-se na base naval que os Estados Unidos têm na ilha de Cuba.

O encerramento de Guantánamo — aberto a 11 de janeiro de 2002, na sequência do 11 de Setembro — é uma das principais promessas eleitorais de Barack Obama. Contudo, o Presidente dos EUA ainda não a conseguiu concretizar.

No início de dezembro, o plano elaborado pelo Departamento de Defesa para o efeito foi recusado pelo Governo dos Estados Unidos, que o considera demasiado dispendioso. De acordo com o “The Wall Street Journal”, o projeto regressou ao Pentágono para que seja revisto.