Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Temperatura média do ar do Ártico atinge novo recorde

  • 333

© Reuters Staff / Reuters

Segundo Rick Spinrad, cientista da Administração Oceânica e Atmosféria Nacional, a temperatura no Ártico está a aumentar duas vezes mais do que em qualquer outra parte do planeta

A temperatura média do ar do Ártico atingiu um novo recorde, ficando acima do nível médio. A temperatura de 1,3 graus Celsius foi o valor mais alto desde que se começou a fazer registos, no ano 1900, afirmam os observadores.

Os valores, que constam no Relatório Anual sobre o Ártico de 2015, foram divulgados esta terça-feira pela Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA). De acordo com o cientista Rick Spinrad, a temperatura no Ártico está aumentar duas vezes mais do que em qualquer outra parte do mundo e é resultado das alterações climáticas.

O gelo no mar também atingiu a sua área máxima anual em fevereiro deste ano, duas semanas mais cedo do que o habitual, e foi a extensão mais baixa desde os primeiros registos em 1979.

Este fenómeno é considerado uma ameaça para os animais, nomeadamente as morsas que, vendo em causa o seu habitat, são obrigadas a migrar mais para norte.

Em junho deste ano, a cobertura da neve, tanto na América do Norte como nalgumas partes da bacia Eurásia do oceano Ártico, atingiu o segundo nível mais baixo desde 1967.