Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Marine le Pen derrotada na segunda volta das regionais

  • 333

PASCAL ROSSIGNOL/REUTERS

Estimativas à saída das urnas dão a Frente Nacional (FN), de Marine le Pen, batida na segunda volta, nas três principais regiões onde venceu claramente no domingo passado. Forte subida da participação eleitoral e desistências socialistas foram fatais para a FN no norte, no leste e no sudeste

As estimativas apontam para a derrota da líder da FN, Marine le Pen, na região do Norte-Pas-de-Calais-Picardia, onde tinha obtido mais de 40 por cento na primeira volta de domingo passado. O candidato de Os Republicanos (direita), Xavier Bertrand, teria ganho graças à desistência a seu favor dos socialistas e à maior mobilização do eleitorado.

O mesmo cenário se verificou nas regiões da Alsácia-Champagne Ardenne-Lorraine e na Provença-Alpes-Côte dd’Azur. Nesta última região do sudeste, a cabeça de lista da FN era a jovem Marion-Maréchal le Pen, sobrinha de Marine, onde os socialistas também desistiram e apelaram ao voto em Christian Estrosi, igualmente da direita.

Em todo o país, a participação eleitoral foi de 59 por cento, nove pontos a mais do que no escrutínio de há oito dias.

À hora do fecho das urnas apenas se verificava alguma incerteza na região da Borgonha-Franche-Comté, onde os socialistas não tinham desistido depois da primeira volta e se verificou uma “triangular” com a presença dos nacionalistas, da direita e dos socialistas. Mas mesmo aqui, a FN não deverá conseguir chegar à presidência da região, de acordo com as mesmas estimativas.

Na segunda volta, devido às desistências e fusões de listas, e às especificidades do sistema eleitoral francês, maioritário a duas voltas, as percentagens recolhidas por cada partido têm uma importância muito relativa. A direita conquistou sete regiões, incluindo as três onde beneficiou das desistências socialistas. O PS, que ficou em terceiro lugar na primeira volta de há uma semana, ganhou cinco, ainda segundo as primeiras estimativas.

Os independentistas corsos ganharam na ilha da Córsega. Com estes resultados, a FN perde a segunda volta e Os Republicanos, de Nicolas Sarkozy, também ficam aquém das esperanças, embora tenham conquistado à justa a região da Île de France (Paris, 12 milhões de habitantes).