Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Luaty Beirão volta à greve de fome. Agora com mais três ativistas

  • 333

Luaty Beirão é o mais mediático dos 15 ativistas detidos em Luanda

A informação foi confirmada pela mulher do professor universitário Domingos da Cruz, um dos quatro detidos que esta manhã iniciaram a greve de fome no Hospital-Prisão de São Paulo, em Luanda

Pelo menos quatro dos 15 ativistas angolanos detidos desde junho em Luanda, incluindo o rapper luso-angolano Luaty Beirão, iniciaram esta quinta-feira uma greve de fome em protesto contra a morosidade do julgamento que se arrasta desde 16 de novembro.

A informação foi confirmada à agência Lusa por Esperança Gonga, esposa do professor universitário Domingos da Cruz, um dos quatro detidos que iniciou a greve de fome no Hospital-Prisão de São Paulo, em Luanda, juntamente com Sedrick de Carvalho e José Gomes Hata.

"Pelo que conseguimos perceber esta manhã, quando fomos levar a comida, são esses quatro que se estão a recusar a comer, em protesto contra a morosidade do julgamento", disse Esperança Gonga, após contactos com familiares dos restantes três detidos.

Em causa está um grupo de 17 jovens - duas em liberdade provisória - acusados da coautoria de atos preparatórios para uma rebelião e um atentado contra o Presidente angolano, José Eduardo dos Santos.