Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Venezuela. Quase metade das assembleias iniciam transmissão de votos

  • 333

O Conselho Nacional Eleitoral da Venezuela adiou o encerramento das urnas. A decisão foi questionado pela oposição, que a considera ilegal. A legislação prevê que se mantenham abertas enquanto houver eleitores em fila para votar

Quase metade das assembleias de voto venezuelanas iniciaram já a transmissão, para o Conselho Nacional Eleitoral (CNE), dos dados relativos aos votos nas eleições parlamentares de domingo, nas quais o fecho das urnas foi prolongado.

Fontes que acompanham o processo, não oficiais, disseram à Lusa, pelas 20h30 locais de domingo (1h00 de hoje em Lisboa), que 47% das máquinas de voto eletrónico tinham iniciado essa transmissão de dados. No processo eleitoral estão envolvidas 40.601 mesas.

Pouco depois de anunciar o encerramento das assembleias de voto, o CNE da Venezuela adiou o encerramento das urnas, uma decisão questionada pela oposição, que a considera ilegal, e que gerou vários protestos entre a população, segundo o canal de televisão "NTN24 Venezuela". A legislação prevê que se mantenham abertas enquanto houver eleitores em fila para votar.

Mais de 19,8 milhões de eleitores venezuelanos foram convocados para participar nas eleições de domingo para eleger um novo parlamento, composto por 167 deputados, entre eles três representantes das comunidades indígenas.