Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Homem esfaqueia três pessoas em Londres: “Isto é pela Síria”

  • 333

O diretor do comando antiterrorista britânico (CTC) disse que o incidente está a ser investigado como um crime terrorista

The Telegraph/via Twitter

Um homem, de identidade ainda desconhecida, esfaqueou três pessoas e ameaçou muitas outras na estação metro de Leytonstone, em Londres. O incidente ocorreu este sábado ao final da tarde

Helena Bento

Jornalista

Um homem esfaqueou três pessoas e ameaçou muitas outras enquanto gritava - "isto é pela Síria". O incidente ocorreu este sábado, ao final da tarde, na estação de metro de Leytonstone, em Londres.

O homem, de identidade ainda desconhecida, foi detido pela polícia às 19h15, aproximadamente. O diretor do comando antiterrorista britânico (CTC) disse que a ameaça de terrorismo é grave e que o incidente está a ser investigado como tendo-se tratado de um crime dessa natureza, mas apelou às pessoas para se manterem "calmas, alertas e vigilantes", refere o "Independent".

Uma das vítimas encontra-se em estado grave e as outras duas apresentam ferimentos ligeiros. Testemunhas no local contaram que ouviram o homem gritar "isto é pela Síria" e "todo o vosso sangue será derramado" enquanto ameaçava algumas pessoas que subiam pelas escadas rolantes ou tentavam abandonar a estação, refere também o jornal britânico.

O incidente ocorre três dias depois de o Reino Unido ter começado a bombardear alvos do autoproclamado Estado Islâmico (Daesh) na Síria. A moção apresentada por David Cameron para a extensão da campanha militar em curso no Iraque para o país vizinho foi aprovada com 397 votos a favor e 223 votos contra.

O primeiro-ministro britânico deixou claro que a participação do Reino Unido na campanha militar contra os extremistas do Daesh será exclusivamente aérea, não se prevendo, em caso algum, uma intervenção terrestre.

Um vídeo captado por telemóvel mostra vários agentes da polícia britânica a aproximarem-se do indíviduo e a gritar-lhe para que largue a arma que tem na mão. Noutro vídeo, também amador, ouve-se alguém a gritar para o atacante, que naquele momento já está a ser algemado pela polícia: "Tu não és muçulmano!"

O homem encontra-se detido numa esquadra na zona este de Londres, de acordo com o "Independent".