Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Alemanha. Parlamento aprova missão militar na Síria

  • 333

HANNIBAL HANSCHKE

O país não participará nos bombardeamentos contra o Estado Islâmico, mas enviará vários meios e um total de até 1200 soldados

O Parlamento alemão aprovou esta manhã a proposta do Executivo de enviar uma missão militar com 1200 soldados para a Síria, para apoiar os esforços da França na luta contra os terroristas do autodenominado Estado Islâmico (Daesh).

Dos 598 votos registados, 445 apoiaram a posição do Governo alemão, enquanto 146 deputados votaram contra a proposta, que teve também sete abstenções.

De acordo com a decisão agora tomada, a Alemanha não participará nos bombardeamentos na Síria. A missão aprovada prevê o o envio de seis aviões de reconhecimento, uma fragata, um avião para reabastecimento e uma força de 1200 soldados.

Os grupos parlamentares dos conservadores e dos social-democratas, que sustentam o Executivo de Angela Merkel, haviam indicado a intenção de apoiar a medida.

Por outro lado, no debate preparatório que tinha começado na quarta-feira, os partidos da oposição, A Esquerda e Os Verdes, tinham anunciado que iam votar contra por considerarem que o terrorismo internacional não se resolver com bombardeamentos e que o envio das tropas precisa de ter um plano e um objetivo.

  • Alemanha envia 1200 soldados para a Síria

    A potência germânica, que tem tido um envolvimento reduzido no conflito do Médio Oriente, integrará a missão militar na Síria em resposta ao apelo do Presidente francês François Hollande