Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Massacre nos EUA. Casal deixou bebé em casa antes do ataque

  • 333

David McNew

O que terá levado os pais de uma bebé de seis meses a matar 14 pessoas em San Bernardino? As autoridades da Califórnia procuram resposta para esta e outras incógnitas. O ataque desta quarta-feira, 336.º dia do ano corrente, foi o 351.º registado nos EUA em 2015...

Syed Rizwan Farook, de 28 de idade , e Tashfeen Malik, de 27, foram identificados pela Polícia de San Bernardino como os autores do ataque que provocou 14 mortos e 17 feridos no Inland Regional Center, um centro californiano de apoio a pessoas com doenças mentais.

Farook nasceu no Estados Unidos e era inspetor ambiental e trabalhava para o Deparatmento de Saúde do condado de San Bernardino desde 2010. A nacionalidade de Tashfeen continua desconhecida. O chefe da Polícia d San Bernardino, Jarrod Burguan disse à Reuters que os dos supeitos abatidos pelas autoridades tinham um relacionamento, eram casados ou, pelo menos, comprometidos.

Sem que ninguém saiba ainda quais os motivos que levaram ao ataque, Jason Burguan disse, porém, que a hipótese de terrorismo “não é descartada”. Colegas e familiares do casal não conseguiram adiantar um motivo para o massacre.

Considerado o mais mortal dos últimos três anos, o ataque de San Bernardino é o 351.º com armas de fogo ocorrido no Estados Unidos no 336.º dia do ano, salienta o Mass Shooter Tracker, um site que acompanha este tipo de ocorrências, contabilizando os ataques com pelo menos quatro feridos ou mortos, incluindo os atiradores.