Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Burkina Faso já tem novo Presidente

  • 333

O ato eleitoral deveria ter ocorrido em outubro, mas foi adiado devido a uma tentativa de golpe de Estado que acabou por falhar

Joe Penney / Reuters

A eleição de Roch Marc Christian Kabore pode trazer um período de pacificação política ao país, que em setembro testemunhou uma tentativa de golpe de Estado protagonizada por membros da guarda presidencial

O Burkina Faso elegeu Roch Marc Christian Kabore, antigo primeiro-ministro, como Presidente do país, na sequência das eleições deste domingo. Kabore venceu com 53,5% dos votos dos eleitores.

De acordo com as informações confirmadas pela Comissão Eleitoral do país, Kabore venceu as eleições de forma clara, não havendo razão para marcar uma segunda volta. A Comissão assegura que o principal rival do novo Presidente, o antigo ministro da Economia e das Finanças Zephirin Diabre, reuniu apenas 21,6% dos votos do eleitorado.

Diabre já admitiu a derrota, e telefonou a Kabore para o felicitar, de acordo com as informações apuradas pela agência France Press.

Um panorama político conturbado

O novo Presidente liderou o Congresso para a Democracia e Progresso até 2014, altura em que se mostrou desfavorável aos planos que visavam manter o então Presidente, Blaise Compaore, no poder por mais um mandato de cinco anos. Compaore foi eleito pela primeira vez em 1987 e desde então manteve sempre o cargo de chefe de Estado.

O anterior Presidente está exilado na vizinha Costa do Marfim desde o ano passado, quando uma uma revolta popular encheu as ruas do país opondo-se à renovação do mandato presidencial.

Este não foi o único sinal de convulsão na vida política do Burkina Faso nos últimos tempos. As eleições deste domingo deveriam ter tido lugar no mês passado, mas o ato eleitoral foi adiado depois de em setembro os membros da guarda presidencial terem protagonizado uma tentativa de golpe de Estado falhada contra o governo interino do país.