Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Tunísia. Explosão em autocarro da guarda presidencial matou 12 pessoas

  • 333

Explosão aconteceu na avenida Mohamed V, no centro de Tunes, capital da Tunísia. A área foi isolada pelas forças de segurança

ZOUBEIR SOUISSI / Reuters

Explosão ocorreu no centro de Tunes, capital da Tunísia. Porta-voz da presidência, Moez Sinaoui, afirma que se tratou de “um atentado”

Uma explosão atingiu esta terça-feira um autocarro que transportava membros da guarda presidencial da Tunísia, matando 12 pessoas e ferindo cerca de 16. A explosão ocorreu numa das principais avenidas da capital tunisina.

O porta-voz da presidência, Moez Sinaoui, diz que que se tratou de “um atentado”. Membros da segurança e da presidência confirmam que a explosão tratou-se de um ataque, lançando suspeitas de que tenha sido causado por um bombista suicida que seguia a bordo do autocarro.

A explosão aconteceu em hora de ponta na avenida Mohamed V, no centro de Tunes, capital da Tunísia. A área já foi isolada pelas forças de segurança e o Presidente da Tunísa declarou estado de emergência durante 30 dias, assim como o recolher obrigatório na capital até às 5h00 da manhã de quarta-feira (4h00 em Lisboa).