Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Rússia bombardeia 472 alvos do Daesh em dois dias

  • 333

RIA NOVOSTI / Reuters

Foram atingidos camiões-cisterna e infraestruturas de petróleo nos territórios controlado pelo autoproclamado Estado Islâmico nas províncias de Alepo, Damasco, Idlib, Lataquia, Hama, Homs, Raqqa e Deir ez-Zor

Nos últimos dois dias, a Rússia destruiu 472 alvos do autoproclamado Estado Islâmico (Daesh). Foram atingidos cerca de 80 camiões cisterna, reservas e refinarias de petróleo. O anúncio foi feito esta segunda-feira pelo Ministério da Defesa russo.

“Em 141 saídas em combate, os aviões da força Rússia atingiram 471 alvos terroristas nas províncias de Alepo, Damasco, Idlib, Lataquia, Hama, Homs, Raqqa e Deir ez-Zor”, anunciou o Ministério da Defesa russo em comunicado, citado pela AFP.

Os 80 camiões-cisterna foram destruídos perto de Raqqa, bem como um armazém e uma refinaria de petróleo no sul da cidade. Outras reservas de petróleo foram atingidas a cerca de 50 quilómetros a norte de Deir ez-Zor.

O objetivo da Rússia é “caçar” o transporte de petróleo e cortar o financiamento do Daesh. Nos últimos cinco dias, os russos dizem já ter destruído mil camiões. Na semana passada, Vladimir Putin ordenou a intensificação dos bombardeamentos sobre os territórios controlados pelo Daesh, após a confirmação de que foi uma bomba que causou o desastre de avião em Sinai, no Egito. Morreram 224 pessoas.