Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Atentado suicida nos Camarões mata uma dezena de pessoas

  • 333

O ataque, que se supeita que tenha sido realizado pelo grupo terrorista Boko Haram, foi perpetrado por bombistas suicidas no extremo norte dos Camarões

Um atentado suicida em Nigue, nos subúrbios de Fotokol (cidade dos Camarões que faz fronteira com a Nigéria), este sábado, provovou a morte de uma dezena de pessoas. A notícia está a ser avançada pela agência Reuters e outros meios de comunicação internacionais.

“O primeiro balanço aponta para dez mortos, onde se incluem os bombistas suicidas, e cerca de uma dúzia de feridos”, garantiu à Reuters um alto comandante do Exército dos Camarões. Alguns media internacionais estão a avançar que os autores dos atentados seriam quatro.

As autoridades suspeitam que o ataque tenha sido perpetrado pelo grupo terrorista Boko Haram, que tem realizado este ano inúmeros ataques nos Camarões, Nigéria, Chad e Níger, desalojando milhares de pessoas.

Desde há seis anos que o movimento terrorista tem-se empenhado na tentativa de estalecimento de um califado na região noroeste da Nigéria. Esta campanha do Boko Haram gerou uma resposta militar conjunta dos países vizinhos, liderados pela Nigéria.

Segundo a ACNUR (Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados), a região próxima do Lago Chade está a tornar-se numa “zona de guerra”.

Notícia atualizada às 14h50

  • Boko Haram. Atentados na Nigéria matam mais de 40 pessoas

    Em apenas 24 horas, dois atentados na Nigéria - um deles com bombistas suicidas entre os 11 e os 18 anos - tiraram a vida a dezenas de pessoas e feriram mais de 120. Os ataques estão a ser atribuídos ao Boko Haram, que esta quarta-feira foi nomeado o grupo extremista mais letal do mundo