Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Abdelhamid Abaaoud esteve envolvido em quatro atentados frustrados

  • 333

ETIENNE LAURENT / EPA

Ministro do Interior francês diz que foram os serviços de informação de um país “fora da Europa” - sem precisar quial - que indicaram que o autor moral dos atentados estava escondido em Saint-Denis

O ministro do Interior francês afirmou esta quinta-feira que o terrorista Abdelhamid Abaaoud desempenhou um “papel central” nos ataques de Paris na passada sexta-feira e que esteve envolvido em quatro ataques frustrados em França desde a primavera.

“Dos seis ataques impedidos pelos serviços secretos franceses desde a primavera, parece que Abdelhamid Abaaoud envolvido em quatro deles. A operação realizada em Saint-Denis tinha um objetivo que era neutralizar Abdelhamid Abaaoud”, declarou Bernard Cazeneuve aos jornalistas.

O governante explicou ainda que foram os serviços de informação de um país “fora da Europa” - sem precisar qual - que indicaram às autoridades francesas que o autor moral dos atentados se encontrava na cidade de Saint-Denis, nos subúrbios de Paris.

Abdelhamid Abaaoud era considerado um dos principais terroristas de uma célula do autoproclamado Estado Islâmico (Daesh) na Europa.

Cazeneuve garantiu que o governo gaulês nunca recebeu qualquer informação sobre este jovem jiadista belga antes dos atentados.

Na quarta-feira, as autoridades francesas já tinham adiantado que Abaaoud poderia ter participado nos ataques frustrados num TGV entre Amesterdão e Paris, a 21 de agosto, e numa igreja em Villejuif, a 19 de abril.

Bernard Cazeneuve referiu também que Abdelhamid Abaaoud era alvo de um mandato de prisão internacional, após ter sido condenado em julho à revelia a 20 anos de prisão, num tribunal belga, por recrutar combatentes para a Síria.