Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Uma morte é uma tragédia, 130 mortos não são uma estatística: mural e memorial das vítimas

  • 333

Presidência da República francesa anunciou esta quarta-feira estar concluída a identificação de todas as vítimas mortais dos atentados de Paris. Predominam os jovens, há muitos músicos e estudantes, há católicos e muçulmanos, há mãe e filha, há marido e mulher, há irmãos. E há portugueses. Nos hospitais permanecem ainda 221 dos 352 feridos

Cinco dias depois dos ataques de Paris já não há corpos por identificar. A presidência da República francesa anunciou esta manhã que foi já possível confirmar a identidade das 130 vítimas mortais. Nas redes sociais, que foram usadas exaustivamente nas primeiras horas e dias para ajudar a localizar desaparecidos, só já se fazem confirmações de óbitos e homenagens.

O conhecimento das vítimas contraria a frase atribuída de Estaline, “uma morte é uma tragédia, um milhão de mortes é uma estatística”. Percorrendo o mural (e memorial) feito pelo Expresso, percebe-se que os atentados de Paris colheram a vida a pessoas de várias origens, idades, perfis.

Era sexta-feira à noite. Na lista de vítimas predominam os jovens, entre os 20 e os 40 anos. Há muitos músicos, publicitários, estudantes universitários, jornalistas. Há recém-casados e aniversariantes. Há católicos e muçulmanos. A maioria era dali, de França, mas há portugueses, espanhóis, chilenos, belgas, venezuelanos, argelinos, congoleses - quase vinte nacionalidades.

Há grupos inteiros de amigos que combinaram uma ida conjunta ao concerto no Bataclan: 89 mortos. Na rue de Charonne, na esplanada do restaurante La Belle Equipe, celebravam-se várias festas de aniversários: 19 mortos. Nos restaurantes Le Petit Cambodge e no bar Le Carillon, na rue Alibert, jantavam casais e namorados: 15 mortos. Um pouco mais à frente bebia-se cerveja no La Bonn Biere: cinco mortos. No Estádio de França jogava-se o amigável França-Alemanha: um morto, um português.

Alban Denuit: 32 anos, francês

Artista plástico, morreu no Bataclan

Artista plástico, morreu no Bataclan

Amine Ibnolmobarak: 29 anos, marroquino

Arquiteto de Rabbat, recém-casado, estava no bar Le Carillon. A mulher foi hospitalizada com ferimentos de bala

Arquiteto de Rabbat, recém-casado, estava no bar Le Carillon. A mulher foi hospitalizada com ferimentos de bala

Anne Cornet, 29 anos, e Pierre-Yves Guyomard, 43: franceses

Anne tinha estudado musicologia mas trabalhava como auxiliar de puericultura numa creche. Pierre era engenheiro de som e professor universitário de sonorização. Tinham casado há apenas dois anos, morreram ambos no Bataclan

Anne tinha estudado musicologia mas trabalhava como auxiliar de puericultura numa creche. Pierre era engenheiro de som e professor universitário de sonorização. Tinham casado há apenas dois anos, morreram ambos no Bataclan

Arianne Theiller: 24 anos, francesa

Licenciada em Literatura moderna, estava em especializar-se em edição de banda desenhada, na Urban Comics. Morreu no Bataclan

Licenciada em Literatura moderna, estava em especializar-se em edição de banda desenhada, na Urban Comics. Morreu no Bataclan

Asta Diakite, francesa

Prima da futebolista Lassana Diarra – que participava na partida no Stade de France -, foi o jogador que confirmou a sua morte. Foi abatida quando saia do carro, na rue Bichat

Prima da futebolista Lassana Diarra – que participava na partida no Stade de France -, foi o jogador que confirmou a sua morte. Foi abatida quando saia do carro, na rue Bichat

Aurélie de Perretti: 33 anos, francesa

Tocava piano e guitarra, adorava música e a praia de Saint Tropez, onde vivia. De férias em Paris, para ir assistir a vários concertos, morreu no Bataclan

Tocava piano e guitarra, adorava música e a praia de Saint Tropez, onde vivia. De férias em Paris, para ir assistir a vários concertos, morreu no Bataclan

Bertrand Navarret: 37 anos, francês

Tinha ido passar uns dias a Paris para ir assistir ao concerto dos Eagles of Death Metal. Notário de formação e carpinteiro de paixão, ‘Béber’ adorava esquiar, surfar e ouvir música. Morreu no Bataclan

Tinha ido passar uns dias a Paris para ir assistir ao concerto dos Eagles of Death Metal. Notário de formação e carpinteiro de paixão, ‘Béber’ adorava esquiar, surfar e ouvir música. Morreu no Bataclan

Caroline Prenat: 24, francesa

Designer gráfica, morreu no Bataclan

Designer gráfica, morreu no Bataclan

Cédric Gomet: 30, francês

Partilhava o tempo entre o trabalho na régie do canal TV5 Monde e a banda de rock eletrónico “First All The Machines”, onde era guitarrista. Morreu no Bataclan

Partilhava o tempo entre o trabalho na régie do canal TV5 Monde e a banda de rock eletrónico “First All The Machines”, onde era guitarrista. Morreu no Bataclan

Cédric Mauduit: 41, francês

Era o “maior fã” dos Rolling Stones e de David Bowie, diz a irmã, que lançou uma petição para conseguir trazer os músicos ao seu funeral. Morreu no Bataclan.

Era o “maior fã” dos Rolling Stones e de David Bowie, diz a irmã, que lançou uma petição para conseguir trazer os músicos ao seu funeral. Morreu no Bataclan.

Ciprian Calcium e Mariana Pop Lacramioara: 32 e 29 anos, romenos

Estavam numa festa de aniversário no café La Belle Equipe. Tinham uma filha de 18 meses

Estavam numa festa de aniversário no café La Belle Equipe. Tinham uma filha de 18 meses

Claire Camax: 35 anos, francesa

Designer gráfica independente, casada, mãe de duas crianças pequenas, gostava de rock, ouvido bem alto. Morreu no Bataclan. O marido, que a acompanhou ao concerto, sobreviveu

Designer gráfica independente, casada, mãe de duas crianças pequenas, gostava de rock, ouvido bem alto. Morreu no Bataclan. O marido, que a acompanhou ao concerto, sobreviveu

Chloe Boissinot: 25 anos, francesa

Estava a jantar com o namorado no restaurante Le Petit Cambodge quando os terroristas abriram fogo

Estava a jantar com o namorado no restaurante Le Petit Cambodge quando os terroristas abriram fogo

Christophe Lellouche: 33 anos, francês

Fã de Metalica e de rock electrónico, era compositor e guitarrista do grupo Olivier. Morreu no Bataclan

Fã de Metalica e de rock electrónico, era compositor e guitarrista do grupo Olivier. Morreu no Bataclan

Djamila Houd: 41 anos, francesa

Trabalhava numa loja de prêt-à-porter parisiense. Foi morta na esplanada do café Belle Equipe da rua de Charrone

Trabalhava numa loja de prêt-à-porter parisiense. Foi morta na esplanada do café Belle Equipe da rua de Charrone

Elif Dogan: 26 anos, belga

Cidadã belga de origem turca, cresceu nos arredores de Liège onde os pais tinham uma mercearia afamada. Mudou-se para Paris há poucos meses. Apreciadora e conhecedora de bom vinho, estava na esplanada da pizaria Cosa Nostra, junto ao Bataclan, quando foi assassinada juntamente com o marido Milko Jozic, também belga, de 47 anos

Cidadã belga de origem turca, cresceu nos arredores de Liège onde os pais tinham uma mercearia afamada. Mudou-se para Paris há poucos meses. Apreciadora e conhecedora de bom vinho, estava na esplanada da pizaria Cosa Nostra, junto ao Bataclan, quando foi assassinada juntamente com o marido Milko Jozic, também belga, de 47 anos

Elodie Breuil: 23 anos, francesa

Estudante de Design, morreu no Bataclan

Estudante de Design, morreu no Bataclan

Elsa Veronique Deplace San Martin (35 anos) e Patrícia San Martin Nunez (61): chilenas

Filha e mãe morreram no Bataclan. Patrícia exilou-se em Paris em 1973, fugida do regime ditatorial de Pinochet. Morreu agora às mãos do terrorismo. No concerto estava também o filho de cinco anos de Elsa, que conseguiu fugir

Filha e mãe morreram no Bataclan. Patrícia exilou-se em Paris em 1973, fugida do regime ditatorial de Pinochet. Morreu agora às mãos do terrorismo. No concerto estava também o filho de cinco anos de Elsa, que conseguiu fugir

Eric Thomé: 40 anos, francês

Designer gráfico e fotógrafo, ia ser pai pela segunda vez dentro de poucas semanas. Morreu no Bataclan

Designer gráfico e fotógrafo, ia ser pai pela segunda vez dentro de poucas semanas. Morreu no Bataclan

Photographer:nicolas louis

Estelle Rouat: 25 anos, francesa

Professora de inglês, morreu no Bataclan

Professora de inglês, morreu no Bataclan

Fabrice Dubois: 46 anos, francês

Os amigos chamavam-lhe o “bom gigante”. Com cerca de dois metros de altura, era casado, tinha três filhos e trabalhava numa agência de publicidade. Fã de cinema - chegou a fazer figuração – e de música, morreu no Bataclan acompanhado por cinco amigos

Os amigos chamavam-lhe o “bom gigante”. Com cerca de dois metros de altura, era casado, tinha três filhos e trabalhava numa agência de publicidade. Fã de cinema - chegou a fazer figuração – e de música, morreu no Bataclan acompanhado por cinco amigos

Fanny Minot: 29 anos, francesa

Trabalhava no Canal+. Amante de rock, morreu no Bataclan

Trabalhava no Canal+. Amante de rock, morreu no Bataclan

François-Xavier Prévost: 29 anos, francês

Publicitário, morreu no Bataclan

Publicitário, morreu no Bataclan

Germain Férey: 36 anos, francês

Trabalhava na área do audiovisual. Morreu no Bataclan

Trabalhava na área do audiovisual. Morreu no Bataclan

Gilles Leclerc: 32 anos, francês

Trabalhava com a mãe numa florista nos subúrbios de Paris. Tinha ido ao concerto dos Eagles of Death Metal com a namorada Marianne. Só ela sobreviveu

Trabalhava com a mãe numa florista nos subúrbios de Paris. Tinha ido ao concerto dos Eagles of Death Metal com a namorada Marianne. Só ela sobreviveu

Gregory Fosse: 28 anos, francês

Programador musical no canal de televisão D17, morreu no Bataclan

Programador musical no canal de televisão D17, morreu no Bataclan

Guillaume Decherf: 43 anos, francês

Jornalista, escrevia sobre rock na revista Les Inrockcuptibles. Colaborador do jornal Liberation e da revista Rolling Stone, há duas semanas tinha assinado uma peça sobre o novo álbum dos Eagles of Death Metal. Morreu no Bataclan

Jornalista, escrevia sobre rock na revista Les Inrockcuptibles. Colaborador do jornal Liberation e da revista Rolling Stone, há duas semanas tinha assinado uma peça sobre o novo álbum dos Eagles of Death Metal. Morreu no Bataclan

Guillaume Le Dramp: 33 anos, francês

Morreu na esplanada do café La Belle Equipe, onde festejava o seu aniversário.

Morreu na esplanada do café La Belle Equipe, onde festejava o seu aniversário.

Hélene Muyal: 35 anos, francesa

Maquilhadora parisiense, trabalhava em produções de moda e sessões artísticas. Morreu no Bataclan

Maquilhadora parisiense, trabalhava em produções de moda e sessões artísticas. Morreu no Bataclan

Hodda Saadi e Halima Saadi: 35 e 37 anos, francesas

As duas irmãs de ascendência tunisina morreram na esplanada do café La Belle Equipe, onde Hodda era co-gerente. “Esses jiadistas não representam a religião muçulmana”, disse o pai, membro da comunidade muçulmana ao jornal Le Parisien

As duas irmãs de ascendência tunisina morreram na esplanada do café La Belle Equipe, onde Hodda era co-gerente. “Esses jiadistas não representam a religião muçulmana”, disse o pai, membro da comunidade muçulmana ao jornal Le Parisien

Hugo Sarrade: 23 anos anos, francês

Estudante universitário em Montpellier, tinha ido ter com o pai a Paris, para passar o fim-de-semana. Tocava guitarra, adorava Rock’n’Rock e informática. Morreu no Bataclan

Estudante universitário em Montpellier, tinha ido ter com o pai a Paris, para passar o fim-de-semana. Tocava guitarra, adorava Rock’n’Rock e informática. Morreu no Bataclan

Hyacinthe Koma: 34 anos anos, Burquina Faso

Empregado de mesa num restaurante de Paris, era fã incondicional da equipa de futebol Paris Saint German. Morreu no café La Belle Equipe onde tinha ido ter com amigos a uma festa de aniversário

Empregado de mesa num restaurante de Paris, era fã incondicional da equipa de futebol Paris Saint German. Morreu no café La Belle Equipe onde tinha ido ter com amigos a uma festa de aniversário

Jean-Jacques Amiot: 68 anos, francês

Fotógrafo, criador de um atelier de serigrafia, adorava a música dos anos 60 e 70. Estava reformado há quatro anos mas continuava a trabalhar. Morreu no Bataclan.

Fotógrafo, criador de um atelier de serigrafia, adorava a música dos anos 60 e 70. Estava reformado há quatro anos mas continuava a trabalhar. Morreu no Bataclan.

Juan Alberto Gonzalez Garrido: 29 anos, espanhol

Engenheiro industrial, investigador em energia atómica, vivia em França há cinco anos. Tinha casado há três meses. Estavam ambos no concerto no Bataclan. Ela sobreviveu

Engenheiro industrial, investigador em energia atómica, vivia em França há cinco anos. Tinha casado há três meses. Estavam ambos no concerto no Bataclan. Ela sobreviveu

Kheir-Eddine Sahbi: 29 anos, argelino

Violoncelista, ‘Didine’ estava a tirar o mestrado em etnomusicologia na universidade de Sorbonne

Violoncelista, ‘Didine’ estava a tirar o mestrado em etnomusicologia na universidade de Sorbonne

Lamia Mondeguer: 30 anos, egípcia

 Era diretora de comunicação de uma agência de talentos parisiense e trabalhava também em performance artística, Morreu num restaurante da rue de Charrone

Era diretora de comunicação de uma agência de talentos parisiense e trabalhava também em performance artística, Morreu num restaurante da rue de Charrone

Lola Salines: 28 anos, francesa

Trabalhava numa editora especializada em livros infantis e integrava uma equipa de patinagem. Nas fotos que colocava nas redes sociais estava sempre a rir. Morreu no Bataclan

Trabalhava numa editora especializada em livros infantis e integrava uma equipa de patinagem. Nas fotos que colocava nas redes sociais estava sempre a rir. Morreu no Bataclan

Ludovic Boumbas: 40 anos, congolês

Era um miúdo quando emigrou para França, para Lille. Trabalhava em Paris, na Fedex, e era extremamente social. Estava na esplanada do café La Belle Equipe, com amigos, quando foi morto

Era um miúdo quando emigrou para França, para Lille. Trabalhava em Paris, na Fedex, e era extremamente social. Estava na esplanada do café La Belle Equipe, com amigos, quando foi morto

Luis Felipe Zschoche Valle: 33 anos, chileno

Vivia há oito anos em Paris com a mulher francesa. Era guitarrista e vocalista do grupo de rock Captain Americano. Morreu no Bataclan

Vivia há oito anos em Paris com a mulher francesa. Era guitarrista e vocalista do grupo de rock Captain Americano. Morreu no Bataclan

Manu Pérez: 40 anos, Espanha/França

Trabalhava para a Universal Music em Paris. Morreu no Bataclan

Trabalhava para a Universal Music em Paris. Morreu no Bataclan

Manuel Dias: 63 anos, português

Emigrante português em França há 45 anos, natural de Mértola, foi a única vítima mortal dos três bombistas que atacaram no exterior do Stade de France. Motorista profissional, tinha ido levar três adeptos ao jogo

Emigrante português em França há 45 anos, natural de Mértola, foi a única vítima mortal dos três bombistas que atacaram no exterior do Stade de France. Motorista profissional, tinha ido levar três adeptos ao jogo

Marie Lausch e Mathias Dymarski: 23 e 22 anos, franceses

Ela gostava de dança, ele de BMX e cerveja. Ela era relações públicas, ele engenheiro. Namorados há cinco anos, morreram no Bataclan

Ela gostava de dança, ele de BMX e cerveja. Ela era relações públicas, ele engenheiro. Namorados há cinco anos, morreram no Bataclan

Marie Mosser: 24 anos, francesa

Pertencia à banda The Vamps e trabalhava na editora Universal Music de Paris

Pertencia à banda The Vamps e trabalhava na editora Universal Music de Paris

Marion e Anna Petard-Lieffrig: 30 e 24 anos, francesas

Irmãs, morreram quando os terroristas abriram fogo sobre a esplanada do restaurante Le Petit Cambodge

Irmãs, morreram quando os terroristas abriram fogo sobre a esplanada do restaurante Le Petit Cambodge

Marion Jouanneau: 24 anos, francesa

Vivia em Chartres e foi a Paris de propósito para assistir ao concerto dos Eagles of Death Metal, com o namorado. Só ela morreu no Bataclan

Vivia em Chartres e foi a Paris de propósito para assistir ao concerto dos Eagles of Death Metal, com o namorado. Só ela morreu no Bataclan

Matthieu Giroud: 38 anos, francês

Geógrafo, ia ser pai pela segunda vez em março. Morreu no Bataclan

Geógrafo, ia ser pai pela segunda vez em março. Morreu no Bataclan

Mathieu Hoche: 37 anos, francês

Técnico do canal televisivo de notícias France24, era um fã empedernido de rock’n’roll. Morreu no Bataclan

Técnico do canal televisivo de notícias France24, era um fã empedernido de rock’n’roll. Morreu no Bataclan

Maud Serrault: 37 anos, francesa

Diretora de marketing e e-commerce da Best Western France, recém-casada, morreu no Bataclan. O marido sobreviveu

Diretora de marketing e e-commerce da Best Western France, recém-casada, morreu no Bataclan. O marido sobreviveu

Maxime Bouffard: 26 anos, francês

Cineasta independente, tinha criado recentemente a sua própria produtora. Morreu no Bataclan

Cineasta independente, tinha criado recentemente a sua própria produtora. Morreu no Bataclan

Michelli Gil Jaimez: 27 anos, México/Espanha

Jantava no restaurante La Belle Equipe. Vivia em Paris com o noivo italiano

Jantava no restaurante La Belle Equipe. Vivia em Paris com o noivo italiano

Mohamed Amine Benmbarek, marroquino

Recém-casado foi abatido juntamente com a mulher. Atingida com três tiros, está internada em estado grave

Recém-casado foi abatido juntamente com a mulher. Atingida com três tiros, está internada em estado grave

Nick Alexander: 36 anos, inglês

Fazia parte da crew da banda Eagles of Death Metal, que atuava no Bataclan. Era responsável pela venda do merchandising

Fazia parte da crew da banda Eagles of Death Metal, que atuava no Bataclan. Era responsável pela venda do merchandising

Nicolas Catinat: 37 anos, francês

Carpinteiro artesanal, protegeu os amigos dos disparos dos terroristas no Bataclan. Só ele morreu

Carpinteiro artesanal, protegeu os amigos dos disparos dos terroristas no Bataclan. Só ele morreu

Nicolas Classeau: 43 anos, francês

Diretor da Universidade de Paris (IUT) em Marne-la-Vallée e músico amador, pai de três filhos, ‘Nico’ morreu no Bataclan. A mulher está hospitalizada

Diretor da Universidade de Paris (IUT) em Marne-la-Vallée e músico amador, pai de três filhos, ‘Nico’ morreu no Bataclan. A mulher está hospitalizada

Nohemi Gonzalez: 23 anos, norte-americana

Estudante finalista de Design da California State University de Long Beach (EUA). Participava num programa de intercâmbio universitário em Paris. Estava no restaurante Petit Cambodge com outros colegas americanos quando foi abatida

Estudante finalista de Design da California State University de Long Beach (EUA). Participava num programa de intercâmbio universitário em Paris. Estava no restaurante Petit Cambodge com outros colegas americanos quando foi abatida

Olivier Hauducoeur: 44 anos, francês

Bancário com uma paixão por concertos de rock, morreu no Bataclan

Bancário com uma paixão por concertos de rock, morreu no Bataclan

Olivier Vernadal: 44 anos, francês

Trabalhador das finanças em Paris, morreu no Bataclan

Trabalhador das finanças em Paris, morreu no Bataclan

Pierre-Antoine Henry, francês

Engenheiro, morreu no Bataclan

Engenheiro, morreu no Bataclan

Pierre Innocenti: 40 anos, francês

Dono do restaurante Chez Livio, em Neuilly-sur-Seine, tinha como clientes Nicolas Sarkozy, Brigitte Bardot ou Zlatan Ibrahimovic. Morreu no Batalan com o amigo e sócio Stephane Albertini

Dono do restaurante Chez Livio, em Neuilly-sur-Seine, tinha como clientes Nicolas Sarkozy, Brigitte Bardot ou Zlatan Ibrahimovic. Morreu no Batalan com o amigo e sócio Stephane Albertini

Précilia Correia: 35 anos, Portugal/França

Filha de pai português e mãe francesa, trabalhava numa loja FNAC de Paris. Morreu no Bataclan juntamente com o namorado francês

Filha de pai português e mãe francesa, trabalhava numa loja FNAC de Paris. Morreu no Bataclan juntamente com o namorado francês

Quentin Boulenger: 29 anos, francês

Parisiense de nascença, trabalhava na L’Oréal. Morreu no Bataclan

Parisiense de nascença, trabalhava na L’Oréal. Morreu no Bataclan

Quentin Mourier, 29, francês

Estudante de arquitetura, morreu no Bataclan

Estudante de arquitetura, morreu no Bataclan

Raphaël Hilz: 28 anos, alemão

Arquiteto natural de Munique, tinha integrado recentemente o atelier de Renzo Piano, 'pai' do Centre Pompidou. Estava a jantar com dois amigos no restaurante Petit Cambodge quando foi atingido a tiro nas costas

Arquiteto natural de Munique, tinha integrado recentemente o atelier de Renzo Piano, 'pai' do Centre Pompidou. Estava a jantar com dois amigos no restaurante Petit Cambodge quando foi atingido a tiro nas costas

Renaud Le Guen: 29 anos, francês

Mecânico de veículos pesados, morreu no Bataclan. Tinha casamento marcado com a namorada que mantinha desde os 17 anos

Mecânico de veículos pesados, morreu no Bataclan. Tinha casamento marcado com a namorada que mantinha desde os 17 anos

Romain Dunay: 28 anos, francês

Músico, morreu no Bataclan

Músico, morreu no Bataclan

Romain Feuillade: 31 anos, francês

Queria ser ator e escolheu Paris para cumprir o seu sonho. Morreu na esplanada do bar La Belle Équipe, na rue de Charrone

Queria ser ator e escolheu Paris para cumprir o seu sonho. Morreu na esplanada do bar La Belle Équipe, na rue de Charrone

Roman Didier: 32 anos, francês

Morreu na Rue de Charrone

Morreu na Rue de Charrone

Sébastien Proisy: 38 anos, francês

Consultor de exportações, estava num jantar de negócios na rue Bichat quando foi morto pelos terroristas

Consultor de exportações, estava num jantar de negócios na rue Bichat quando foi morto pelos terroristas

Sven Alejandro Perugini: 29, venezuelano

Morreu no Bataclan

Morreu no Bataclan

Thomas Ayad: 32 anos, francês

Produtor no Mercury Music Group, era fã de rock, especialmente das bandas Eagles of Death Metal e Queens of the Stone Age. Colecionava guitarras, jogava hóquei. Morreu no Bataclan

Produtor no Mercury Music Group, era fã de rock, especialmente das bandas Eagles of Death Metal e Queens of the Stone Age. Colecionava guitarras, jogava hóquei. Morreu no Bataclan

Thomas Duperon: 30 anos, francês

Trabalhava no departamento de comunicação na sala de concertos parisiense Maroquinerie. Morreu no Bataclan

Trabalhava no departamento de comunicação na sala de concertos parisiense Maroquinerie. Morreu no Bataclan

Valentin Ribet: 26 anos, francês

Advogado recém-licenciado na London School of Economics, especialista em fraude, morreu no Bataclan. A namorada salvou-se

Advogado recém-licenciado na London School of Economics, especialista em fraude, morreu no Bataclan. A namorada salvou-se

Valeria Solesin: 28 anos, italiana

Natural de Veneza, vivia há seis anos em Paris. A concluir o doutoramento na área da Demografia, na Universidade de Sorbonne, estudava o lugar das mulheres na sociedade. Morreu no Bataclan

Natural de Veneza, vivia há seis anos em Paris. A concluir o doutoramento na área da Demografia, na Universidade de Sorbonne, estudava o lugar das mulheres na sociedade. Morreu no Bataclan

Véronique Geoffroy de Bourgies: 54 anos, francesa

Presidente da associação Zazakely Sambatra, que ajudava crianças de Madagáscar, morreu na rue de Charonne

Presidente da associação Zazakely Sambatra, que ajudava crianças de Madagáscar, morreu na rue de Charonne

Yannick Minvielle: 40 anos, francês

Diretor criativo numa agência de publicidade em Paris. Morreu no Bataclan

Diretor criativo numa agência de publicidade em Paris. Morreu no Bataclan