Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Estado Islâmico divulga foto de bomba que terá feito cair avião russo

  • 333

O explosivo estava escondido dentro de uma lata de refrigerante, segundo a revista de propaganda do autodenominado Estado Islâmico (Daesh), que divulga uma imagem do suposto engenho artesanal, a par de outra que dizem mostrar passaportes de passageiros russos obtidos pelos mujahideen

“Dabiq”, a revista de propaganda do autoproclamado RE«Estado Islâmico, divulgou esta quarta-feira uma imagem do engenho explosivo artenal que diz ter originado a queda do avião russo sobre a Península do Sinai, no mês passado.

A foto mostra uma lata de sumo de ananás Schweppes Gold, onde terá sido escondido o explosivo, ao lado de um detonador e do botão para o acionar.

“Uma bomba foi levada clandestinamente para o avião”, refere o o artigo que explica o modo como tal foi feito e que deixa a advertência de que poderão voltar a atacar da mesma forma.

A publicação justifica o ato como uma medida de retaliação, depois do Presidente russo Vladimir Putin ter ordenado ataques aéreos sobre a Síria. “Isto mostrou aos russos que independentemente de com quem se aliem nunca estarão em segurança no terreno e no espaço aéreo de muçulmanos. Que os assassínios de dezenas de Sham com os seus ataques aéreos, não só lhes trará calamidades como, do mesmo modo que eles matam, também serão mortos, com a permissão de Alá”, refere o texto.

Autenticidade das imagens ainda não está confirmada

A revista divulgou ainda outra imagem de passaportes, supostamente de cidadãos russos que seguiam a bordo do avião, e que dizem ter sido “obtidos pelo mujahideen”. Os passaportes apenas surgem parcialmente visíveis.

A última edição online da revista “Dabiq”, apresentada esta quarta-feira, faz ainda diversas referências aos atentados de sexta feira em Paris, afirmando que “oito cavaleiros fizeram Paris ajoelhar-se”.