Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Paris. Identificada voz de cidadão francês em vídeo do Estado Islâmico

  • 333

EAN-PIERRE MULLER/AFP/Getty Images

Chama-se Fabien Clain, tem 35 anos, e é um cidadão francês, natural de Toulouse. Autoridades francesas acreditam que este jovem se encontra há mais de quatro anos na Síria e que foi desde Raqqa que os atos terroristas de Paris foram planeados

À medida que prossegue a investigação vão sendo conhecidos novos pormenores sobre os atentados em Paris. Esta terça-feira, as autoridades franceses disseram ter encontrado provas mais do que suficientes que mostram que os atos terroristas foram preparados a partir da Síria. Em causa está a voz ouvida num vídeo do autoproclamado Estado Islâmico (Daesh) que foi divulgado nas redes sociais após os ataques.

Segundo jornal alemão “Der Spiegel”, o dono da voz ouvida já foi identificado. Chama-se Fabien Clain, tem 35 anos, e é um cidadão francês, natural de Toulouse, que se encontra na cidade síria de Raqqa, onde está situado o estado-maior do autodenominado Estado Islâmico (Daesh). As autoridades francesas acreditam que o jovem se encontra em território sírio há mais de quatro anos.

Em 2009, Fabien Clain e o irmão foram detidos quando tentavam viajar para o Iraque. Já então eram seguidos pelas autoridades. Depois dos atentados do 11 de Setembro, os dois irmãos fundaram o grupo Salafist, que defendia ideais terroristas islâmicos.

Localizado terceiro carro

Entretanto, a polícia francesa localizou um terceiro carro que terá sido utilizado durante os ataques na sexta-feira. Trata-se de um Renault Clio preto, com matrícula belga, que foi encontrado esta manhã em Paris, refere o “Libération”.

As autoridades acreditam que a viatura terá sido alugada em nome de Salah Abdeslam, o suspeito dos atentados que continua a monte. “O carro foi visto na autoestrada A1 e terá sido utilizado durante os contactos preparatórios em Paris e na Bélgica", disse uma fonte policial à AFP. Esta informação não foi ainda, contudo, confirmada oficialmente pela polícia francesa.

Salah Abdeslam é o homem mais procurado pelas autoridades francesas, sendo alvo de um mandato de procura internacional. Um vídeo divulgado esta terça-feira mostra o jovem a sorrir para as câmaras de vigilância horas antes do massacre em Paris.