Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

O que os “idiotas” do Anonymous vão hackear?

  • 333

REUTERS

O Estado Islâmico chamou-lhes “idiotas”. Os Anonymous responderam: só esta terça-feira desativaram mais de 5500 contas associadas ao Daesh nas redes sociais

“Idiotas”. Foi assim que o autoproclamado Estado Islâmico respondeu à ameaça do grupo Anonymous, que na última segunda-feira decretaram o princípio da “guerra contra” o Daesh. No entanto, o grupo de ativistas e piratas informáticos desativou, apenas ao longo desta terça-feira, mais de 5500 contas nas redes sociais relacionadas com os radicais islâmicos.

Também esta terça-feira, o Daesh divulgou através da aplicação Telegram uma mensagem com instruções para evitar potenciais ataques cibernéticos: “Os hackers do #Anonymous ameaçaram num novo vídeo que vão levar a cabo uma enorme operação contra o Estado Islâmico (idiotas). O que é que vão hackear?”, leu um dos jiadistas no vídeo, citado pelo site “Bussiness Insider”.

A mensagem foi publicada tanto em árabe como em inglês e, em seguida, difundida por outros canais do Telegram, também associados ao Daesh. Foram ainda enviadas instruções para os seguidores redobrarem a atenção de forma a evitar potenciais hacks.

O Daesh perguntou e o Anonymous respondeu: “Informamos que mais de 5500 contas no Twitter do EI estão agora em baixo”.

A informação foi avançada num tweet dos ativistas informáticos, mas sem especificar como as contas foram danificadas. Na última segunda-feira, o grupo tinha declarado “guerra” contra os meios online conotados com os jiadistas e prometeram vingança pelos atentados de Paris, que fizeram pelo menos 129 mortos e centenas de feridos.