Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Avião russo. Moscovo dá recompensa de $50 milhões

  • 333

ANATOLY MALTSEV/EPA

Os serviços secretos russos apelam à “comunidade russa e internacional”. Pedem ajuda para encontrar os responsáveis pelo atentado ao Airbus que caiu no Egito, a 31 de outubro

Os serviços secretos russos anunciaram um prémio de 50 milhões de dólares (mais de 46,5 milhões de euros) a quem prestar informações que permitam identificar os envolvidos no ataque terrorista contra o Airbus A321 que caiu no Egito.

Divulgada pelo departamento de Relações Públicas do Serviço Federal de Segurança russo, a recompensa pelas informações surge depois de o Kremlin ter assumido oficialmente, esta terça-feira, que o avião levava um a bomba a bordo. O apelo è dirigido “à comunidade russa e internacional”.

Esta terça-feira, ao ser admitida a existência de um atentado, o Presidente Vladimir Putin prometeu não dar tréguas aos culpados. O Kremlin anunciou ainda que vai intensificar os ataques aéreos na Síria.

O Airbus da empresa russa Kogalymavia, saiu do aeroporto de Sharm el-Sheikh, no Egito, a 31 de outubro, com destino a São Petersburgo (Rússia). Morreram 224 pessoas.