Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Chama-se Abdelhamid Abaaoud e será o autor moral dos atentados

  • 333

A informação está a ser avançada pela agência Reuters, que cita uma fonte próxima da investigação aos ataques em Paris

O belga Abdelhamid Abaaoud poderá ser o autor moral dos seis ataques ocorridos na sexta-feira, em Paris, que causaram 129 mortos. A informação está a ser avançada pela agência Reuters, que cita uma fonte próxima da investigação francesa aos atentados.

“Ele [Abdelhamid Abaaoud] parece ser o cérebro por trás de vários ataques planeados na Europa”, disse a fonte ligada à investigação.

O jovem belga natural de Molenbeek, nos subúrbios de Bruxelas, deverá estar nesta altura na Síria, de acordo com as autoridades. A AP refere que foi Abdelhamid Abaaoud que levou a cabo o ataque frustrado num TGV, entre Amesterdão e Paris, no passado dia 21 de agosto.

Abdelhamid Abaaoud integrava a lista de suspeitos das autoridades francesas, juntamente com Ibrahim Abdeslam, que perpetrou o ataque no café parisiense Comptoir Voltaire, suicidando-se em seguida.

Há dois anos que o jovem belga era suspeito das autoridades, devido à sua participação nas redes sociais. O jornal francês “Le Monde” refere que Abdelhamid Abaaoud foi considerado pelos serviços secretos franceses como um dos homens mais perigosos de uma célula jiadista.

Os investigadores acreditam que o jovem terá estado envolvido também num ataque frustrado contra uma igreja em Villejuif, no passado dia 19 de abril.

Além disso, tudo indica que Abdelhamid Abaaoud mantinha contacto com Mehdi Nemmouche, o autor do ataque ao Museu Judaico em Bruxelas, a 24 de maio de 2014.

Abdelhamid juntou-se em 2013 às fileiras do Autoproclamado Estado Islâmico (Daesh), tendo viajado várias vezes entre a Bélgica e a Síria durante dois anos.