Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Dois dos atacantes viviam em Bruxelas

  • 333

As autoridades estão a vigiar a localidade belga de Molenbeek-Saint-Jean, onde terão sido detidos dois dos atacantes dos atentados de Paris

EMMANUEL DUNAND

Procuradoria belga revela que dois dos homens envolvidos nos atentados em Paris eram franceses e viviam em Bruxelas

A procuradoria belga revelou esta tarde que dois dos atacantes dos atentados de Paris eram franceses que viviam em Bruxelas e que dois automóveis utilizados nos ataques foram alugados na Bélgica.

Apesar de as autoridades não terem dado mais pormenores sobre os homens, falecidos nos ataques, a televisão local RTBF acrescentou que ambos viviam em Molenbeek-Saint-Jean, um bairro onde alegadamente há várias ligações jiadistas.

A procuradoria também revelou que já deteve sete suspeitos no decorrer da investigação aos atentados, em parceria com as autoridades francesas.

As declarações surgem numa altura em que a televisão francesa BFMTV alega, citando fontes policiais, que ainda há um suspeito em fuga, depois de ter alugado um Volkswagen Polo perto do Bataclan.