Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

O atentado mais mortífero dos últimos 10 anos na Europa

  • 333

Velas em memória dos que morreram na noite de sexta-feira em Paris, colocadas à porta da embaixada francesa em Berlim, na Alemanha. O atentado é já um dos que mais vítimas provocou em solo europeu nos últimos anos

LUKAS SCHULZE / EPA

É preciso recuar ao ataque na estação de Atocha, em Madrid, para encontrar um número de mortes mais elevado num atentado terrorista em solo europeu - 191. Os atentados em Londres, no ano seguinte, mataram 56 pessoas, mas deixaram mais de 700 feridas. Número de vítimas em Paris ainda pode aumentar

Cátia Bruno

Cátia Bruno

Jornalista

O número de vítimas nos atentados da noite desta sexta-feira em Paris, França, ainda é provisório, mas cifra-se atualmente nos 128 mortos e mais de duas centenas de feridos. O valor dá conta da escala do ataque, que ocorreu em múltiplos locais, já que não se registava um ataque terrorista em solo europeu que provocasse tantos mortos desde 2004, altura em que a Al-Qaeda fez explodir várias bombas em comboios e numa estação de Madrid, como relembra o jornal francês “Le Figaro”.

O atentado de Madrid provocou 191 mortos e mais de dois mil feridos, um número em muito superior ao que ocorreu no ano seguinte em Londres, no Reino Unido, quando quatro atentando suicidas coordenados em vários transportes públicos mataram 56 pessoas e deixaram mais de 700 feridas.

Desde então, a Europa viveu outros dois ataques terroristas. Em 2011, ocorreu a matança de Anders Breivik, na Noruega, que colocou uma bomba em Oslo e disparou sobre os jovens que participavam no campo de verão do Partido Trabalhista na ilha de Utoya - matando 77 pessoas, na maioria adolescentes.

Mais recentemente, em janeiro deste ano, a França já tinha sentido o impacto dos ataques terroristas, quando dois homens armados atacaram a redação do jornal satírico Charlie Hebdo, enquanto um outro terrorista disparou num supermercado judaico. No entanto, a escala dos ataques foi bastante menor, tendo estes tirado a vida a 17 pessoas no total.

  • Paris. “Desta vez é a guerra”

    Paris acordou esta manhã como que atordoada. Mas a vida continua neste dia seguinte aos sete monstruosos atentados que atingiram a cidade durante a noite

  • Paris. Um vídeo arrepiante

    Um jornalista do “Le Monde” filmou o momento em que as pessoas fugiam da sala de espectáculos Bataclan, antes de ser atingido por uma bala