Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Parisienses refugiados em bares e cafés

  • 333

PHILIPPE WOJAZER/REUTERS

Nas ruas apenas se vêm polícias, as pessoas não circulam no centro da cidade e há cinco linhas de metro encerradas

Nao há pessoas a circular no centro de Paris, onde foram fechadas cinco linhas de metro. Apenas se vêm polícias, ambulâncias e socorristas em toda a vasta zona da República à Bastilha, passando pela avenida Richard Lenoir e rua Oberkampf.

Em toda a zona , repleta de bares e restaurantes é o pânico nos habitantes. Muitos continuam refugiados em bares e cafés.

Operações policiais e militares continuavam em curso depois das 24h30 locais (23h30 em Lisboa) junto à sala de espetáculos Le Bataclan onde pelo menos dois terroristas terão feito dezenas de reféns e onde alguns já teriam sido assassinados segundo testemunhos.