Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Nova Zelândia. Discurso de estudante com cancro terminal emociona colegas e professores

  • 333

O estudante, de 18 anos, foi diagnosticado com cancro uma semana antes de realizar o seu discurso na entrega de prémios durante a cerimónia de final de ano, na secundária Christchurch

“Nenhum de nós vai sair desta vida com vida, por isso sejam cavalheiros, sejam grandes, sejam graciosos e sejam gratos pelas oportunidades que têm”, afirmou Jake Bailey, o jovem a quem, uma semana antes do final de ano escolar, foi diagnosticado um Linfoma de Burkit, um tipo de cancro de progressão muito rápida

Jake Bailey, um jovem de 18 anos, recebeu o diagnóstico de cancro uma semana antes de realizar o seu discurso na entrega de prémios, na cerimónia de final de ano na secundária Christchurch, uma escola católica só para rapazes na Nova Zelândia. O estudante descobriu que tinha um dos tipos mais agressivos de linfoma e que tinha poucas semanas de vida, se não iniciasse imediatamente o tratamento.

A doença não impediu Jake de abandonar a cama do hospital, vestir a farda e protagonizar o discurso para os colegas de turma e seus professores. Apesar das indicações médicas, a 4 de novembro, uma quarta-feira, o rapaz apareceu de surpresa na cerimónia de entrega de prémios da escola.

“Eu escrevi um discurso, e uma semana antes de proferir esse discurso, eles [os médicos] disseram-me: tu tens cancro”, declarou o jovem, citado por órgãos como a CNN e o Stuff.co.nz.

“Depois, eles [os médicos] disseram-me que esta noite não estaria aqui para proferir esse mesmo discurso”, continuou Jake, a quem foi diagnosticado Linfoma de Burkit, um tipo de cancro que apresenta um desenvolvimento muito rápido.

O estudante da Nova Zelândia emocionou e roubou sorrisos com o seu discurso, onde homenageou amigos e professores.

“Nenhum de nós vai sair desta vida com vida, por isso sejam cavalheiros, sejam grandes, sejam graciosos e sejam gratos pelas oportunidades que têm”, aconselhou.

“Desejo-vos o melhor ao longo da vossa jornada e obrigado por tudo”, disse Jake no final do discurso, que foi partilhado no YouTube após a cerimónia, gerando uma atenção global, com mais de 900 mil visualizações.

"Esqueçam ter sonhos de longo prazo. Sejamos apaixonadamente dedicados à busca de objetivos de curto prazo. Micro-ambiciosos. Trabalhem com orgulho sobre o que está à nossa frente. Nós não sabemos onde podemos acabar. Ou quando podemos acabar", disse ainda o jovem de 18 anos.

O discurso terminou num ambiente de muita emoção. "Não sei para onde isto vai para nenhum de nós - para vocês, para qualquer pessoa e de certeza não para mim. Mas desejo o melhor na vossa viagem, e obrigado por serem todos serem uma parte de mim."