Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Rapaz desaparecido encontrado são e salvo 13 anos depois

  • 333

Desaparecera com o pai no Alabama, Estados Unidos, quando tinha cinco anos de idade. Foi encontrado agora após ter tentado candidatar-se à universidade

Julian Hernandez, um menino de cinco anos que desaparecera no Alabama, Estados Unidos, em 2002, foi encontrado agora são e salvo a viver no estado de Ohio, com o pai, que foi detido e acusado de sequestro.

Os problemas que Julian teve relativamente ao seu número de segurança social, quando tentava candidatar-se à universidade, acabaram por levar o FBI a descobrir o seu paradeiro, 13 anos depois de ter sido dado como desaparecido.

O pai desaparecera com ele, quando era suposto tê-lo levado para o pré-escolar. A mãe reportou então o desaparecimento. As autoridades sempre suspeitaram que teria sido sequestrado pelo progenitor, mas nunca conseguiu encontrá-los.

O FBI recebeu a 30 de outubro a indicação sobre o paradeiro do jovem, que aparentava ser o mesmo que figurava na lista do Centro Nacional de Crianças Desaparecidas e Exploradas.

O alerta foi dado por um conselheiro, ao qual o rapaz recorrera quando teve problemas na sua candidatura para o ensino superior. Descobriu-se então que vivia na casa do pai, com mais uma mulher e duas crianças, desconhecendo-se se sabia ou não que estava dado como desaparecido.

A mãe, que começou por mostrar-se desconfiada após ter sido notificada pelas autoridades, acabou por manifestar-se extasiada com a notícia. Mas a eventual decisão do regresso do jovem à casa materna terá agora de ser tomada pelo próprio, uma vez que já é maior de idade.