Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Bush pai diz que o filho foi prejudicado por Rumsfeld e Cheney na Casa Branca

  • 333

George H. W. Bush afirma que o filho, George W. Bush, foi prejudicado pela atitude arrogante dos seus colaboradores próximos, Rumsfeld e Cheney

Getty Images

As críticas surgem num livro agora publicado e confirmam o que já se dizia nos bastidores

Luís M. Faria

Jornalista

O ex-Presidente norte-americano George H. W. Bush, pai do posterior Presidente George W. Bush, critica num livro acabado de sair dois colaboradores próximos do seu filho por uma atitude agressiva que terá causado danos à reputação deste último. Os dois visados são Dick Cheney e Donald Rumsfeld, respetivamente vice-presidente e ministro da defesa no Governo de George Bush.

“Não sei, ele tornou-se muito linha dura e muito diferente do Dick Cheney que conheci e com quem trabalhei”, diz George H. W. Bush acerca do homem que foi seu ministro da Defesa, antes de ser vice-presidente do seu filho. A seguir ao 11 de Setembro, dizia Bush, Cheney parecia “ceder aos tipos que queriam lutar a propósito de tudo, usar a força para conseguir o que queríamos no Médio Oriente”.

Estas opiniões, transcritas em “Destino e Poder: A Odisseia Americana de George Herbert Walker Bush”, de Jon Meacham, confirmam algo que já constava por alturas da guerra do Iraque: o grupo moderado em torno de George H.W. Bush tinha sérias reservas a esse conflito e ao grupo de neo-conservadores que estava a promovê-lo. Bush sénior achou mesmo que Dick Cheney estava a promover “uma espécie de departamento de Estado seu”, e que Rumsfeld tinha falta de humildade.

Apesar disso, o ex-presidente jamais fez essas críticas em público. E o seu filho continua a garantir que ele jamais lhe o aconselhou a restringir Cheney. “Eu tomava as decisões. Era a minha filosofia”.

Rumsfeld e Cheney já responderam. O segundo confirmando que se sente orgulho da sua postura agressiva após o 11 de Setembro, o primeiro dizendo que se nota a idade do George H. W. Bush.

Bush pai tem 91 anos e Rumsfeld 83. Muitas das opiniões do ex-Presidente agora divulgadas foram gravadas no tempo em que o seu filho estava na Casa Branca, por volta de 2003.