Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Angola tenta controlar crise cambial injetando divisas

  • 333

Bancos em Angola compraram ao longo da semana passada mais de 275 milhões de dólares para pagar salários e importar alimentos, refere o “Diário Económico”

Angola está a tentar contornar a crise cambial através da injeção de divisas nos seus bancos. Os bancos compararam mais 275 milhões dólares entre 19 e 23 de outubro, representando mais do dobro do valor que fora injetando na semana anterior, indica o “Diário Económico” desta terça-feira.

O pagamento de salários a expatriados e a importação de bens alimentares são os problemas mais prementes para o qual se destinou 107 milhões, a maior fatia deste montante. “Com esta operação, os bancos e empresas que operam em Angola tentam recuperar algum do fôlego financeiro que a crise económica lhes tem retirado”, refere o jornal português, no artigo que cita um comunicado do Banco de Angola sobre a situação.

“No caso dos expatriados portugueses – que se estimam serem cerca de 200 mil – os problemas concentram-se no pagamento de salários e na transferência de capitais para fora de Angola”, refere o artigo, que indica ainda que muitos empresários portugueses estão a ter grandes dificuldades para manterem as suas operações no mercado angolano, tento de lidar, nomeadamente, com ruturas de “stock”, devido aos fornecedores lhes estarem a cortar o crédito devido à falta de pagamentos ao estrangeiro.