Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Conversações com a Grécia sobre reformas estão “no bom caminho”

  • 333

FOTO François Lenoir/Reuters

Bruxelas diz que tem tido “conversações construtivas” com o governo grego sobre o plano de reformas a aplicar no país. “Estamos no bom caminho no que diz respeito à cooperação”, garante o comissário do euro

As negociações entre a Grécia e os credores sobre a aplicação de reformas estão "no bom caminho" apesar das "divergências" entre as duas partes sobre alguns dossiês, afirmou hoje o vice-presidente da Comissão Europeia Valdis Dombrovskis.

Numa visita de dois dias a Atenas, o comissário para o Euro congratulou-se com as "conversações construtivas" que teve durante a manhã com os ministros das Finanças, Euclide Tsakalotos, e da Economia, Georges Stathakis.

"Estamos no bom caminho no que diz respeito à cooperação. O nosso trabalho pretende restabelecer o crescimento e promover o emprego", sublinhou Dombrovskis numa conferência de imprensa após as reuniões, acrescentando que as reformas que fazem parte do programa de ajustamento da economia grega devem ser aplicadas "o mais depressa possível".

A visita de Dombrovskis ocorre após uma primeira ronda de conversações, na semana passada, entre os responsáveis gregos e representantes dos credores (europeus e do Fundo Monetário Internacional) para avaliação da aplicação das reformas.
Nestas negociações, as divergências constatadas dizem respeito ao crédito malparado, ao endividamento das famílias e ao aumento das taxas aplicadas ao ensino privado.

Questionados sobre estas questões, Dombrovskis e Tsakalotos responderam que há um esforço no sentido de encontrar um compromisso.

A Grécia pode propor medidas alternativas para contrabalançar as medidas contestadas, na condição de não comprometer os objetivos do programa, indicou Dombrovskis.

Hoje ainda, Dombrovskis vai reunir-se com o ministro do Emprego, Georges Katrougalos, e com o primeiro-ministro, Alexis Tsipras.
Na terça-feira vai reunir-se com o governador do Banco da Grécia, Yannis Stournaras, sobre a recapitalização da banca.

A Grécia espera que até ao fim do mês os credores autorizem o pagamento de uma tranche de dois mil milhões de euros, que faz parte do empréstimo de 86 mil milhões de euros concedido ao país em julho para um período de três anos.