Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

“Rua Sésamo”. Júlia, “a menina que faz as coisas de forma um pouco diferente”

  • 333

Foto D.R.

A nova personagem da clássica série de desenhos animados tem autismo. Júlia chega com um objetivo bem definido: sensibilizar miúdos e graúdos para a doença

Júlia gosta de brincar com blocos, de fazer construções, de carrinhos e camiões e de jogar no tablet, mas o que ela gosta mesmo são os baloiços do parque. Tem cabelos cor de laranja, olhos verdes e pele amarela. Júlia é a nova personagem da “Rua Sésamo” e tem autismo.

A nova amiga de Elmo, Poupas, Becas e Egas, que foi apresentada esta quarta-feira, tem um objetivo: acabar com o estigma associado à doença. “Aos cinco anos, quando se vê outra criança que não fixa o olhar em nós, podemos pensar que essa criança não quer brincar. Mas não é esse o caso”, explica Sherrie Westin, vice-presidente da Impacto Global e Filantropia do Sesame Workshop - fundação sem fins lucrativos -, citada pela revista “People”.

Júlia faz parte da iniciativa “Sesame Street anda Autism: See All in Amazing Children” que está disponível online e através do download da aplicação. Além do livro “We are amazing 1, 2, 3!”, são ainda disponibilizados vídeos e uma série de outras atividades interativas.

“As famílias com crianças autistas tendem a gravitar entre conteúdos online e por isso decidimos criar a Júlia em versão digital. Queremos que pais e crianças compreendam que o autismo não é um tema desconfortável”, afirma Sherrie Westin.

“A rapariga que faz as coisas de forma um pouco diferente” chegou para quebrar barreiras, mas esta não é a primeira vez que a Sesame Workshop recorre a personagens para chamar à atenção e sensibilizar para determinados problemas. Em 2013 conhecemos Alex, um menino de cabelo azul com o pai encarcerado.