Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Vaticano nega que o Papa esteja doente. “Essas notícias são gravemente irresponsáveis”

  • 333

John Taggart-Pool / Getty Images

Imprensa italiana avança que o Papa Francisco tem um tumor no cérebro. Vaticano nega perentoriamente

Três jornais italianos - “Il Giorno“, “La Nazione” e “Il Resto del Carlino” - avançaram esta quarta-feira que o Papa está doente. De acordo com as publicações, o Francisco deslocou-se há poucos meses de helicóptero a uma clínica em Pisa, na região italiana da Toscana, que tem como médico o japonês Takanori Fukushima, que é um dos maiores especialistas mundiais de neurologia, após ter realizado um exame que mostrou uma mancha escura no cérebro.

O diagnóstico foi claro, segundo uma enfermeira da clínica que é citada pelos jornais: Jorge Mario Bergoglio tem um tumor no cérebro. No entanto, segundo a mesma fonte, o tumor será benigno, não sendo necessário o Papa ser alvo de uma intervenção cirúrgica. Os jornais referem que antes desta consulta em Pisa, Takanori Fukushima ter-se-á deslocado a Roma com uma equipa de médicos para avaliarem a sua situação.

Depressa surgiu o desmentido oficial à notícia. O porta-voz do Vaticano disse que os artigos veiculadas pelos três jornais são “gravemente irresponsáveis”. “Confirmo que refuto totalmente esse facto. O Papa está boa saúde”, garantiu o padre Federico Lombardi.

Também o padre Ciro Benedettini, vice-diretor da Sala de Imprensa do Vaticano, não demorou a reagir a notícia, reiterando que é “absolutamente falsa”, sublinhando que a agenda do Papa continua preenchida, estando já marcadas viagens a Agrica no próximo mês e ao México no início de 2016. Recentemente, Francisco visitou também Cuba e os EUA, em setembro.

Apesar dos desmentidos oficiais, o diretor do grupo de media QN, que detém os três jornais italianos, assegura que a notícia é verdadeira, dizendo que foi confirmada junto de várias fontes antes de ser publicada.