Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Tufão Koppu chega ao norte das Filipinas

  • 333

ROMEO RANOCO/REUTERS

Com chuvas torrenciais e ventos que podem ultrapassar os 200 km/h, o tufão Koppu deverá permanecer durante três dias no país

O tufão Koppu atingiu a manhã deste domingo a zona costeira junto da cidade de Casiguran, na ilha de Luzon, nas Filipinas. Por enquanto não há registo de vítimas.

Centenas de casas, árvores e postes de eletricidade foram derrubados devido às fortes rajadas de vento. Cerca de 6500 pessoas foram retiradas das suas casas na região costeira, por prevenção.

“O tufão está a deslocar-se a menor velocidade. Esperávamos que iria acelerar e ficar menos dias no país. De qualquer forma prevemos que nos deixe em breve”, disse à BBC Alexander Pama, chefe do Conselho Nacional de Desastres e Prevenção de Riscos, acrescentando que estão a ser tomadas todas as medidas necessárias.

Com chuvas torrenciais e ventos que podem ultrapassar os 200 km/h, o tufão deverá permanecer durante três dias no país. Embora o ciclone esteja a deslocar-se na região, não está previsto que atinja a capital Manila.

Entretanto, os voos e os percursos de barco foram cancelados. Alguns serviços de autocarro também foram suspensos, face a estradas bloqueadas e passagens por zonas com maior risco de deslizamento de terras.

Na sexta-feira, o Presidente das Filipinas, Benigno Aquino, garantiu ao país que seriam feitos “todos os esforços” para evitar vítimas.

Depois de deixar as Filipinas, o tufão Koppu deverá dirigir-se para Taiwan nos próximos dias.