Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Varoufakis pede perdão ao Podemos, ataca Tsipras e apela à mudança em Espanha

  • 333

NEIL HALL / Reuters

O ex-ministro grego das Finanças pede ao partido espanhol Podemos para prosseguir a luta contra a austeridade na Europa. E volta a criticar Alexis Tsipras: “Nenhum ministro acredita nas suas políticas”, diz Varoufakis

Numa entrevista à Catalunya Ràdio, Yanis Varoufakis afirmou esta quinta-feira de manhã que Espanha, enquanto economia forte, tem possibilidades de vencer a luta contra a austeridade imposta à Europa. E deixou um repto ao partidos progressistas espanhóis, nomeadamente ao Podemos: para não se darem por vencidos e liderarem essa guerra política no Velho Continente.

“Tenho consciência de que causamos sofrimento ao Podemos. Nós dizíamos 'Syriza e Podemos, juntos venceremos' e depois acabámos por dar-nos como vencidos”, declarou o ex-ministro grego das Finanças.

Varoufakis confessou ter pedido perdão aos membros do Podemos quando o Executivo helénico assinou um acordo com a troika para alcançar o terceiro resgate. “Tenho consciência que causamos sofrimento ao Podemos. Olhei para as pessoas do Podemos nos olhos e pedi-lhes perdão. Nós provocámos consequências quando nos demos por vencidos, mas isso só aconteceu porque somos pequenos e débeis e ninguém nos apoia.”

Reconhecendo que a economia grega é menos forte, Varoufakis sustentou que os partidos progressistas espanhóis devem continuar o seu caminho “sério” e inaugurarem uma nova fase no quadro político europeu. “Se os partidos progressistas de Espanha o fizerem, a primavera de Atenas será lembrada como uma primeira rebelião de uma guerra de forças e a razão e o progresso vencerão finalmente.”

Sobre a atual situação grega, Yanis Varoufakis não escondeu que continua a discordar das opções políticas seguidas pelo primeiro-ministro e assume uma postura de descrédito em relação ao futuro do país. “Nenhum ministro do Governo acredita nas políticas de Alexis Tsipras.”