Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Palestinianos disparam morteiro contra Israel

  • 333

AMMAR AWAD

O ataque foi lançado horas depois de seis jovens palestinianos terem sido mortos por soldados israelitas, durante confrontos em Jerusalém e na Cisjordânia

Helena Bento

Jornalista

O exército israelita denunciou o lançamento de um morteiro na manhã deste sábado a partir da Faixa de Gaza para Israel, poucas horas depois de seis jovens palestinianos terem sido mortos por soldados israelitas, durante confrontos em Jerusalém e na Cisjordânia.

"Um morteiro foi disparado contra o sul de Israel e caiu numa área desabitada do conselho regional de Eshkol", refere o exército em comunicado citado pela Lusa, adiantando que não houve feridos.

Na sexta-feira à noite, um jovem palestiniano de 24 anos foi atingido a tiro à entrada de um campo de refugiados de Shuafat, no este de Jerusalém, depois de ter disparado contra a polícia israelita.

Um porta-voz da fação palestiniana Fatah, liderada pelo Presidente da Autoridade Palestiniana Mahmoud Abbas, disse à agência Ma’an que as forças israelitas "dispararam diretamente contra a vítima, que se encontrava a pouca distância".

Fontes da polícia informaram entretanto que o jovem, Ahmad Salah, não resistiu aos ferimentos e morreu na manhã deste sábado.

Ainda este sábado, dois judeus foram esfaqueados também no este de Jerusalém, informou a polícia israelita, avançando que tinha morto o alegado atacante, um jovem palestiniano de 16 anos.

Dois homens de 62 e 65 anos, que se encontravam no local do ataque, tiveram de ser socorridos por uma equipa médica e foram levados para um hospital em Jerusalém.

As tensões entre israelitas e palestinianos têm aumentado nos últimos 11 dias. Segundo a Reuters, morreram já quatro israelitas e 17 palestinianos no este de Jerusalém, Faixa de Gaza e noutras cidades israelitas.