Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Tiroteio no Oregon. Afinal atirador suicidou-se

  • 333

A polícia descobriu 14 armas em casa de Chris Harper Mercer

REUTERS

A autópsia a Chris Harper Mercer revelou que não morreu baleado pela polícia, ao contrário do que foi dito inicialmente

Ao contrário do que tem sido avançado, o autor do tiroteio, responsável pela morte de nove pessoas num campus universitário no Estado do Oregon, nos Estados Unidos, suicidou-se, não foi morto pela polícia.

A informação, que a “BBC News” avançou ao final desta tarde, foi dada pelas autoridades numa conferência de imprensa, este sábado, após serem conhecidos os resultados da autópsia a Chris Harper Mercer.

O porta-voz da polícia disse ainda que foram descobertas 14 armas na sua casa.

Antes, e como inicialmente previsto, foram divulgados os nomes das vítimas - oito alunos e um professor, com idades entre os 18 e os 67 anos.

O ataque aconteceu na quinta-feira e foi o 45º registado nos EUA só este ano, o que motivou declarações particularmente duras de Barack Obama, apelando - uma vez mais - a alteração da lei sobre armas no país.

De acordo com a polícia, a investigação prossegue, estando a ser seguidas várias pistas, ao mesmo tempo que centenas de pessoas foram já ouvidas.

Sobre Mercer, sabe-se que se alistou no Exército em 2008, tendo sido afastado menos de um mês depois, por razões desconhecidas.