Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Coca-Cola e McDonald’s exigem saída imediata de Blatter da liderança da FIFA

  • 333

ARND WIEGMANN/ Reuters

Trata-se de dois dos maiores patrocinadores dos torneios da FIFA. “A cada dia que passa, a imagem e a reputação da FIFA continua a ser manchada”

Joseph Blatter demitiu-se da presidência da FIFA quatro dias após ter sido reeleito. Mas até 26 de fevereiro - data da nova eleição -, o suíço mantém-se no cargo. Esta sexta-feira, a Coca-Cola e a McDonald's, dois dos maiores patrocinadores, anunciaram que não querem que Sepp permaneça na liderança. “A cada dia que passa, a imagem e a reputação da FIFA continua a ser manchada”, referem em comunicado.

Ambas exigem a saída imediata de Blatter, pois só assim a FIFA pode entrar “num processo de reforma credível e sustentável”. A Coca-Cola, em comunicado citado pela Bloomberg, refere mesmo que a FIFA precisa “de uma reforma urgente e completa e isso só pode ser alcançado através de uma verdadeira abordagem independente”. “É para o melhor interesse do jogo”, acrescenta a McDonald's.

Em maio deste ano, a FIFA viu-se confrontada com um escândalo que abalou o mundo do futebol: sete altos dirigentes foram detidos em Zurique, Suíça, suspeitos da prática de crimes como extorsão, fraude e lavagem de dinheiro. Pior: aconteceu tudo a poucos dias do Congresso da FIFA para a eleição do presidente.

Apesar da situação e de várias vozes apelarem à não reeleição de Joseph Blatter - Luís Figo foi uma delas -, o suíço voltou a ser eleito. Quatro dias depois apresentou a demissão. Enquanto sai e não sai, Sepp vai ficando pela liderança e os patrocinadores não gostam.

Mais recentemente, Blatter começou também a ser investigado pelas autoridades suíças. No entanto, garantiu que não deixaria o seu lugar antes de fevereiro do próximo ano. É acusado de assinar contratos “desfavoráveis para a FIFA” e de fazer um “pagamento ilegal” ao presidente da UEFA, Michel Platini.

A Coca-Cola, a McDonald's e a Visa Inc. patrocinam com milhões de dólares as competições organizadas pela FIFA, nomeadamente os mundiais de futebol.