Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Patentes. Microsoft e Google enterram machado de guerra

  • 333

Rickey Rogers / Reuters

A guerra pelo controlo de diversas patentes em curso nos tribunais desde 2010, chegou ao fim, anunciaram as duas gigantes da tecnologia. Tudo em “benefício dos seus clientes”

Chegou ao fim uma guerra de cinco anos entre dois gigantes da tecnologia. Google e Microsoft anunciaram esta quarta-feira a morte prematura de cerca de duas dezenas de processos judiciais em que se acusavam mutuamente da violação de patentes.

Tudo começou em 2010, ano em que a Microsoft começou por exigir o pagamento de direitos aos fabricantes de smartphones com sistema operativo Android, como a Motorola, que acusou a empresa criada por Bill Gates, de usar indevidamente na sua consola x-Box tecnologia de compressão de vídeo.

Em comunicado divulgado esta quarta-feira, as duas empresas chegam mesmo a anunciar a colaboração em “determinadas patentes” em “benefício dos seus clientes”. O que, aliás, já está a acontecer.

Em setembro, Microsoft e Google concordaram desenvolver um novo standard livre de direitos para a codificação e descodificação de vídeo, projeto em que também irão participar a Amazon, a Cisco, a Intel, a Mozilla e a Netflix. Este grupo de empresas autodenominou-se Alliance for Open Media.

A trégua agora anunciada em nada há de afetar a concorrência entre as duas empresas. A Google continuará a desenvolver um tablet para o mercado empresarial que faça frente ao Surface Pro da Microsoft, enquanto o motor de pesquisa da dona do Windows, o Bing, manterá a sua estratégia para conquistar quota de mercado ao hegemónico Google.