Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Trump defende que é melhor deixar o Estado Islâmico conquistar toda a Síria. E só então acabar com ele

  • 333

PETER FOLEY / EPA

Foi apenas uma de várias propostas bizarras avançadas pelo empresário e candidato presidencial às primárias republicanas, numa entrevista ao programa “60 Minutos”

Luís M. Faria

Donald Trump tem a solução para o problema da Síria. Numa entrevista passada este domingo no programa televisivo “60 Minutos”, o empresário de construção e candidato nas primárias republicanas para a eleição presidencial explicou que o melhor é deixar o autodenominado Estado Islâmico (Daesh) conquistar todo o país e derrubar o Presidente Bashar al-Assad. A seguir, os Estados Unidos vão lá e acabam com os jiadistas.

A simplicidade da proposta não impediu que alguns comentadores a criticassem, lembrando outras afins que o empresário tem tido - por exemplo, a de se executar um ataque preventivo (nuclear?) à Coreia do Norte.

A outro nível, Trump defende o aumento de impostos para os ricos (uma ideia que aliena boa parte dos milionários e bilionários que tradicionalmente apoiam o seu partido) e o fim da reforma do sistema de saúde que o Presidente norte-americano promoveu. Donald Trump quer substituí-la por um sistema em que o Governo paga; ou seja, mais ou menos aquilo que Barack Obama quis fazer.

A campanha continua.