Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Papa Francisco encontra-se com Fidel Castro

HANDOUT

Durante o encontro, que durou cerca de 30 minutos e foi presenciado por várias pessoas, entre elas a mulher de Fidel Castro, houve uma troca de livros

Helena Bento

Helena Bento

Jornalista

Horas depois de ter celebrado uma missa na Praça da Revolução, em Havana, onde apelou, entre outros aspetos, à rejeição das ideologias "no serviço aos outros", o Papa Franscisco encontrou-se com Fidel Castro na residência oficial do antigo líder cubano.

O único entre os dois, que durou 30 minutos, foi descrito como "íntimo e familiar" e presenciado por cerca de dez a quinze pessoas, incluindo a mulher de Fidel, Dalia Soto del Valle, e os seus netos, de acordo com o "The Guardian". O jornal britânico conta ainda que houve uma troca de livros.

Francisco ofereceu ao ex-líder cubano um exemplar da encíclica histórica sobre ambiente e alterações climáticas que já tinha apresentado este ano, em que são abordados temas como o clima, a biodiversidade, água, poluição do ar, tecnologia, bem como outros três livros: um deles escrito por um padre italiano, Alessandro Pronzato, outro por um jesuíta espanhol, e outro ainda sobre humor e religião.

Em troca, recebeu um exemplar do livro "Fidel e a Religião", que reúne conversas que o ex-líder cubano manteve com o teólogo brasileiro Frei Betto. Federico Lombardi, porta-voz do Vaticano, disse que a conversa entre os dois foi diferente daquela que Fidel Castro teve com o antecessor de Francisco, o Papa Bento XVI, e que se falou sobretudo sobre "o ambiente e os problema das humanidade", lê-se no "The Guardian".