Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Última mina arrancada à terra em Moçambique

  • 333

Ratos usados para detetar minas em Moçambique

Howard Burditt/Reuters

Mais de 170 mil minas foram retiradas de um vasto território moçambicano que agora deverá ser usado para fins agrícolas

Moçambique anunciou, esta quinta-feira, a conclusão de duas décadas de desminagem, em que foram removidas 171 mil minas terrestres, informou a instituição de caridade britânica Halo Trust.

A última mina foi retirada da base de uma ponte de caminhos de ferro no centro do país. Moçambique torna-se o primeiro dos países mais afetados por minas a ser completamente desminado.

Muitas destas minas foram colocadas durante os anos de 1990, próximo de infraestruturas-chave como barragens, pontes e postes elétricos. No total, foram desminados 17 milhões de metros quadrados de terrenos, que agora as autoridades moçambicanas pretendem disponibilizar para a agricultura.

Os trabalhos de remoção de minas prosseguem numa série de outros países como o Sri Lanka, Laos, Angola e Colômbia.