Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Monumento neolítico “único no mundo” descoberto junto a Stonehenge

  • 333

Esta é uma representação a computador do aspeto que este monumento teria há 4500 anos.

Ludwig Boltzmann Institute

O mais famoso monumento megalítico do Reino Unido não está sozinho. Junto a ele existe uma estrutura gigante da mesma era neolítica, composta por mais de 90 pedras gigantes

É o monumento neolítico mais conhecido do mundo, mas não é o único da zona. Junto ao complexo de Stonehenge descansa um “irmão” composto por 90 pedras, datado da mesma altura que a famosa estrutura.

A descoberta foi feita através do uso de um radar, capaz de mapear debaixo da terra. O professor Vince Gaffney, da Universidade de Bradford, chamou à descoberta “surpreendente”, tendo dito ainda que esta era uma estrutura “enorme, definitivamente um dos maiores monumentos de pedra na Europa e completamente único. Nunca vimos nada assim no mundo”.

A estrutura encontra-se à volta de outro monumento, os chamados muros de Durrington, a capital “inglesa” dos monumentos da idade do bronze. Vários arqueólogos estranhavam o facto de estes muros terem uma “continuação” de alguns metros, quando representavam um círculo de pedra. Agora, este mistério está explicado. O que se supunha ser uma continuação era outra estrutura, um monumento gigante soterrado pelo passar dos anos de agriculturas e ventos.

Segundo vários arqueólogos ingleses, as pedras chegaram a elevar-se 4,5 metros no horizonte de Durrington. Para Nick Snashall, arqueólogo do Fundo Nacional Arqueológico de Avebury e Stonehenge, este é um “novo capítulo na história de Stonehenge e na história das pessoas que habitaram Durrington há 4500 anos”. A investigação e descoberta vão ser discutidas esta semana no Festival Inglês de Ciência em Bradford, esta semana.