Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Tianjin. Autoridades chinesas erguem monumento em memória das vítimas

  • 333

STR

Além do monumento, que será erguido num parque de 24 hectares, vão ser construídas creches e escolas primárias

Helena Bento

Jornalista

As autoridades chinesas anunciaram este sábado que será erguido um monumento no porto da cidade de Tianjin, na China, em memórias das vítimas das explosões que ali ocorreram há cerca de um mês.

A agência de notícias Xinhua, citada pela Reuters, avança ainda que além do monumento, que será erguido num parque de 24 hectares, vão ser construídas creches e escolas primárias.

O desastre ocorreu no dia 12 de agosto no porto de Tiajin, um dos maiores do mundo, na zona de armazéns da empresa Rui Hai International Logistics. Por razões que ainda não estão apuradas, houve uma explosão que desencadeou outras numa área de armazenamento de produtos químicos perigosos. Morreram 160 pessoas e milhares de casas ficaram destruídas.

As explosões levantaram preocupações sobre o armazenamento de materiais perigosos e inflamáveis e revelaram uma série de irregularidades. Foram detidas 12 pessoas e acusadas outras 11, entre responsáveis políticos e executivos da empresa envolvida.