Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

“El Chapo” está na Costa Rica e foi o filho que o denunciou

  • 333

Jesus Salazar, filho do narcotraficante, esqueceu-se de desativar a funcionalidade que permite identificar a sua localização quando publicou uma imagem com o pai no Twitter. O problema é que o seu pai é dos homens mais procurados no continente americano e, agora, a polícia está próxima de encontrar “El Chapo”

As autoridades estão mais perto de encontrar o narcotraficante “El Chapo”. Tudo indica que esteja algures na Costa Rica. A pista foi deixada no Twitter de Jesus Alfredo Guzman Salazar, filho do “barão da droga”, que publicou uma imagem em que surge a almoçar com o pai. A fotografia já é do começo desta semana, mas só agora foi difundida pelos órgãos de comunicação.

Na passada segunda-feira, Jesus Salazar, 29 anos, publicou uma imagem na sua conta daquela rede social. Mas nem tudo correu como devia. Na altura, o filho do narcotraficante esqueceu-se de desativar a funcionalidade em que é automaticamente identificado o local em que a pessoa está. Conclusão: todos os seguidores ficaram a saber que “El Chapo” está (ou esteve até àquele dia) na Costa Rica.

A imagem em questão mostra Jesus Salazar sentado à mesa com dois homens. Os rostos dos companheiros estão ocultos com emojis gigantes, no entanto, a pessoa da esquerda tem claras semelhanças físicas com Joaquín Guzmán Loera - nome real de “El Chapo”.

Entretanto, segundo o jornal britânico “The Independent”, a polícia costarriquenha já anunciou que vai investigar, embora estejam conscientes de que este é o primeiro indício da presença do narcotraficante naquele país.

“El Chapo” está na lista dos homens mais procurados dos Estados Unidos. Tem 57 anos e apenas 1,55 metros de altura. Começou por trabalhar na agricultura, mas no começo dos anos 80 entrou no mundo da droga, e em 1989 tornou-se cabecilha do cartel Sinaloa. É considerado o mais poderoso narcotraficante.

Saltou para as páginas dos jornais em julho deste ano, depois de ter protagonizado uma caricata fuga do estabelecimento prisional de Altipano, perto da cidade do México. Estava preso desde fevereiro de 2014. Escavou um túnel de 1,5 quilómetros debaixo do polibã da casa de banho, que ligava o estabelecimento a um prédio fora da área prisional. Num segundo estava dentro da cela. No outro já tinha desaparecido.

Esta já não era a primeira fuga de “El Chapo”, que em 2001 escapou ao esconder-se dentro de um cesto da lavandaria.