Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Coreia do Norte ameaça romper diálogo com Coreia do Sul

  • 333

Getty

O regime de Pyongyang avisou que poderá cortar as relações com Seul, apesar do acordo alcançado há uma semana

A Coreia do Norte ameaçou esta quarta-feira “voltar à confrontação” ao acusar a Coreia do Sul de mal-interpretar, de forma intencionada, uma declaração norte-coreana na qual lamentava um ataque com minas e que ajudou a pôr fim a uma grave crise militar.

“Se a Coreia do Sul continuar assim, as relações entre as duas Coreias poderão voltar ao confronto”, afirmou o comité de Defesa Nacional da Coreia do Norte, num comunicado citado pela agência Yonhap em Seul.

Ambos os governos assinaram há uma semana um acordo para pôr fim à tensão, tendo Pyongyang lamentado a explosão de minas a 4 de agosto, num incidente que feriu gravemente dois soldados sul-coreanos na fronteira.

Dias depois do acordo, altos funcionários de Seul, incluindo o ministro da Unificação, Hong Yong-pyo, declararam publicamente que a expressão de Pyongyang equivale a uma desculpa, algo que parece não ter caído bem ao regime norte-coreano.