Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Obama pede compromisso a líderes mundiais no combate às alterações climáticas

  • 333

O Presidente norte-americano, Barack Obama, quer um compromisso global para a redução de gases com efeito de estufa já em dezembro

CARLOS BARRIA / REUTERS

De visita ao Alasca, o Presidente norte-americano diz que está na hora “de proteger o único planeta que temos enquanto ainda é possível”

O Presidente norte-americano, que iniciou uma visita de três dias ao Alasca, pediu aos líderes mundiais que se comprometam a cortar as emissões de gases com efeito de estufa durante a cimeira de Paris, no próximo mês de dezembro.

Barack Obama acusou os países, incluindo os Estados Unidos, de não estarem a fazer o suficiente para impedir o aquecimento global, e afirmou que está na hora “de proteger o único planeta que temos enquanto ainda é possível”.

“Nesta matéria - mais do que em qualquer outra - pode vir a ser demasiado tarde”, disse numa reunião com ministros dos Negócios Estrangeiros de países com interesses no Ártico. “Esse momento está à porta”, concluiu.

Na cimeira de Paris, é esperado que os participantes cheguem a acordo em limitar a subida das temperaturas globais em 2 graus centígrados, embora tenham surgido avisos de que este objetivo é irrealista e dificilmente será conseguido.

Durante a sua visita, o Presidente norte-americano subirá ao glaciar Exit que sofreu um degelo significativo nos últimos anos, e vai participar no programa de televisão apresentado pelo aventureiro britânico Bear Grylls.

No mês passado, Obama revelou o plano da Casa Branca para reduzir as emissões de gases com efeito de estufa, em quase um terço, nos próximos 15 anos. Alguns governadores dos EUA já avisaram que vão ignorar este plano, enquanto o sector da indústria energética também deverá opôr-se.